1 Questão anulada no Exame da OAB

Compartilhe:

Por incrível que pareça, uma ÚNICA questão foi ANULADA no XXIV Exame da OAB. Surpresa? Creio que ela é positiva. Veja que quase 50 mil foram aprovados na 1ª fase. E o que tem a ver isso?

Uma das grandes CRENÇAS é que a grande aprovação na 1ª fase da OAB gera a ausência de anulações.  Lembro que o XXIII Exame foi HORRÍVEL, com menos de 10% de aprovações na 1ª fase. Quantas anularam? NENHUMA!

Ou seja, a crença de que resultados ruins trazem anulações não deu certo.

E agora também não deu.  Na lista preliminar tinha 148 PÁGINAS de aprovados. Com a lista definitiva pulamos para 157 PÁGINAS.

A banca, como fez em outra oportunidade (XVII Exame), anulou a questão de trabalho, que trocou os nomes de JOÃO e JOSÉ. Tratamos dela em nosso post sobre as ANULÁVEIS do XXIV Exame (e que teve 100 mil visualizações!!, clique aqui). JOÃO (o nome errado) salvou a lavoura!!

Para quem ACREDITOU, parabéns! Não é fácil acreditar quando quase 50% das provas da OAB não tiveram NENHUMA questão anulada! O negócio é baixar a cabeça e tocar o TERROR nos estudos para a aprovação na 2ª fase seja concretizada! Se você ainda não comprou livro com MODELOS, QUESTÕES COMENTADAS, PEÇAS COMENTADAS e TEORIA, sugiro a coleção Completaço 2ª fase OAB. Mais informações, clique na imagem abaixo!

Aos demais que não tiveram êxito, PACIÊNCIA. O negócio é abraçar a causa e PASSAR DE UMA VEZ. Você tem três escolhas:

(A) Repetir o que você fez durante a preparação.

(B) Aumentar os estudos.

(C) Fazer diferente.

Se você marcou a letra C, sugiro não só investir num preparatório diferente e TOP [fiz um comparativo entre os principais cursos, veja quem ganhou, clique aqui] como também começar a se preocupar não só com os seus estudos, mas também com a parte psicológica, como as pressões, ansiedade, frustrações, etc. Insisto que a grande maioria que não é aprovada sofre disso.

Por isso sugiro a obra Poder da Aprovação: Coaching + Mentoring para OAB e Concursos da Editora Saraiva. Clique na capa abaixo e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *