2ª fase OAB: Vade Mecum ou Código conjugado?

Compartilhe:

pergunta

Sem deixar criar muito suspense, vou logo respondendo a pergunta: o mais atualizado!

Mas também deixo outra pergunta: porquê não os dois? Vejam bem. Sou da época que livros doutrinários eram permitidos na 2ª fase da OAB, exceto, livros com modelos de peças, como também eram permitidos códigos comentados. Assim, todo mundo chegava na prova com uma mala de rodinhas lotada de livros.

Talvez, nem todo mundo, porque a maioria do pessoal de trabalho levava um livro de processo, outro de direito material, uma CLT e um vade mecum para garantir. O certo é que os optantes de civil, pelas malas, ficariam pelo menos 1 mês no local da prova. Os optantes de penal, uma semana. E os optantes de trabalho, um final de semana.

E todo mundo se deslocava para prova “feliz da vida”, porque a sua biblioteca ou de algum amigo que emprestou estava à disposição para o exame.

Por outro lado, tinha um lado negativo: enfrentar o escasso tempo com tantas opções. Sabe quando alguém na fila do buffet tranca o andamento porque há 6 tipos de alface para escolher? Esta angústia também acontecia no dia da prova. A missão era terminar as 5 questões respondidas e uma peça resolvida em 5 horas.

– Mas professor, porque todo este blá-blá-blá? Fugiu do assunto?

Não, de modo algum. Estou contextualizando para demonstrar que todas as opções de hoje são válidas, pois quem carrega 1 código específico (ou conjugado) também pode carregar um vade mecum OAB. Assim, quem irá enfrentar direito penal, por exemplo, poderá levar um código conjugado (3×1, penal+processo penal+constituição federal) como também um vade mecum. Para trabalho, uma CLT e o vade mecum; e assim por diante.

A principal razão é que o vade mecum, ao menos o da OAB da Saraiva, tem 3 edições por ano, portanto, estará sempre mais atualizado que qualquer outra publicação, inclusive, os conjugados, que, geralmente, são publicados uma vez por ano. Em outras editoras, o vade mecum OAB, em regra, tem duas publicações por ano, sempre seguindo o início do semestre letivo.

Sendo assim, contar com duas publicações na hora da prova não há problema algum, ao contrário, traz um reforço psicológico de que as respostas estarão num dos dois volumes à disposição. Poderá servir o conjugado para chegar mais rápido na resposta ou conter mais leis específicas da disciplina escolhida, mas estes benefícios são mais teóricos do que práticos mesmos, pois a organização do vade mecum sempre busca trazer tudo o que já caiu em cada nova edição.

Ademais, a rapidez de alcançar uma lei ou um artigo também pode ser alcançada com as etiquetas da Marca Fácil conforme ilustração abaixo. Lembrando que NÃO SÃO MAIS ACEITOS os post-its, mesmo em “branco” (sem qualquer anotação).

A 11ª edição do Vade Mecum Saraiva OAB está de acordo com o edital do XXI Exame da OAB e já é uma publicação de 2017. Saiba mais, clicando aqui. A Editora Saraiva mantém a coleção “conjugados” e que servem muito bem para o Exame da OAB. Dependendo da disciplina, tem 3×1 e 4×1. Saiba mais, clique aqui.

A linha completa das etiquetas Marca Fácil podem ser encontradas direto “na fonte”, clique aqui. Deixando claro, que o VM Saraiva não vem com as etiquetas.

IMG_7978

Comentários

  1. Professor, sendo bem curto: só o vade mecum OAB 2017 da Saraiva me basta para a prova de penal? Obrigado!

  2. Professor, boa noite! Me precipitei e comprei o Vade Mecum da Saraiva referente ao XX Exame, porém, irei fazer a 2ª fase em Penal do XXI exame. O senhor acha necessário eu comprar a última versão? Obrigada e parabéns pelo Blog.

  3. Bom dia, professor! O senhor acredita que o Vade Mecum Compacto é suficiente para a 2ª fase da OAB? Farei o XXII Exame e tenho o Vade Mecum Compacto de 2016, será necessário comprar um de 2017? Obrigada!

  4. Professor Marcelo, vou fazer a 2ª fase do exame em Constitucional. Apenas esse vade mecum da Saraiva contém todas a legislação necessária pra fazer a prova?

    1. João, ele é bastante completo. Há alunos que buscam levar dois, um vade mecum e um conjugado. Enfim, é uma escolha bastante pessoal. bons estudos.

  5. Vou fazer 1 e 2 faze do XXIV e comprei o vade mecum tradicional saraiva e o conjugado 3 em 1 penal, preciso do OAB saraiva???

  6. Professor, boa tarde! Vou fazer o exame de 2ª fase em direito civil, e estou matriculado no curso do CEISC online, qual vade mecum me aconselha para fazer a prova e praticar meus estudos?

  7. gostaria de saber se com o código conjugado 4×1 clt, cpc, previdenciário e cf da Saraiva, já é necessário para fazer a prova da 2 fase de deito do trabalho?

  8. Bom dia, professor!
    Vou fazer a segunda fase em D. administrativo e comprei o vade mecum saraiva OAB, 14ª edição… será que apenas esse será suficiente para a prova?

  9. Olá prof.
    Me precipitei e comprei apenas o conjugado. Seria ele suficiente para a prova, visto que estou sem financeiro pra comprar o OAB completão?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCA RÁPIDA

Visitantes

3.150.181 desejam passar na OAB e em Concursos

Redes Sociais

PDO CONNECTION ERROR: SQLSTATE[HY000] [2054] The server requested authentication method unknown to the client