Ansiedade e sono: uma relação direta de causas e efeitos

Compartilhe:

ansiedade e sono

Há algum tempo, os cientistas vem fazendo experimentos e concluindo que dormir bem é o melhor remédio para ansiedade. Este assunto é de grande interesse não só para os estudantes, mas para todos, pois a ansiedade pode ser considerada o MAL DO SÉCULO, a doença dos dias atuais. Veja que não é possível (nem são) sermos bombardeados, diariamente, com milhares de informações e o nosso corpo aceitar, simplesmente, esta condição.

Já li que o que recebemos de informações (ou estamos expostos a elas) num ano é muito mais que uma vida bem vivida há séculos atrás. Ocorre que vivemos, praticamente, o “mesmo corpo”, ou seja, não houve uma evolução biológica suficiente para o mundo atual. Estamos conectados demais para uma carcaça que vivia até pouco tempo atrás com um mínimo de conhecimento. Talvez, num futuro um pouco distante, teremos duas cabeças para armazenar tudo ou, finalmente, nosso cérebro será ajudado com gadgets como no filme MATRIX: fazendo download ou upload de conhecimento e informações.

Enquanto o futuro não chega, precisamos resolver nossa urgência, qual seja: amenizar a ansiedade.

Escrevo “amenizar”, porque acabar é muita pretensão, mesmo que os estudos indiquem que seja possível. Também, estudos indicam que certa ansiedade é BENÉFICA. Aliás, um parênteses: há quem defenda que a ansiedade não é boa nem ruim, é apenas uma emoção. Mas enfim, sobre o “lado bom” da ansiedade é possível afirmar que ela representa um sinal de ALERTA, que o indivíduo está atento à atividade ou fato que está lhe deixando ansioso. A sua falta parece que há um certo desleixo. Veja esta situação: na véspera da prova ou exame, todos estão esperando que você demonstre alguma emoção, certo? Caso você fique isento ou mais frio que Chuck Norris, certamente, irá gerar dúvidas sobre as suas condições.

Assim, tecnicamente, a ansiedade pode ter graus, e o ideal que é você ter um “mínimo”, o problema é quando está no grau “máximo”, que para os meus olhos, é o nível normal das pessoas ansiosas. A tensão é necessária quando do enfrentamento, mas ela precisa ser domada, o que é feita através de exercícios e prática. Por exemplo, sugerimos durante a preparação que algum simulado seja realizado no “pior momento” possível, geralmente, no final da noite depois de um dia muito cansativo. É uma forma de entender a reação do próprio corpo e prevenir para o dia da prova.

– E o sono, professor?

Bem, conforme referido antes, as pesquisas não divergem sobre um remédio natural para ansiedade: dormir bem. Em 2014, cientistas norte-americanos mediram a ansiedade entre universitários e concluíram que aqueles que dormem menos e mais tarde têm propensão a pensar mais de forma negativa e sofrer de ansiedade. Recentemente, em 2017, conclusão idêntica chegaram os pesquisadores de outros estudos.

Concluíram que o hormônio NOREPINEFRINA (ou noradrenalina), quem regula o humor e a ansiedade, é liberado em maior quantidade quando o sono é saudável ou quem dorme bem. Veja que a ansiedade é um recurso de “defesa” do cérebro para que a situação que ameaça (prova ou qualquer outra atividade) seja melhor avaliada para ser enfrentada. Há remédios farmacológicos que trazem a norepinefrina, mas é importante ter uma ideia a respeito (clique aqui) e procurar um médico sempre!

Por isso, é importante as horas de sono e que tenha qualidade, pois dormir não é a mesma coisa que ficar deitado na cama. Sabemos que em véspera de prova o sono foge, é normal, por isso, o primeiro passo é não ficar ansioso que não vai conseguir dormir, porque você já sabe que isso pode acontecer. Segundo, preparar-se de forma antecipada, buscando dormir um pouco mais do que o necessário para uma reserva técnica. Além disso, o nosso corpo acaba criando o hábito: quando se dorme mais, mais quero dormir. Simples, assim. Portanto, é possível que na véspera você se surpreenda com o sono antes do que imaginava.

Por fim, recomendo a leitura do livro Ansiedade: como enfrentar o mal do século do Augusto Cury. Leitura rápida, no entanto, bastante didático e revelador. Também, comece a exercitar a DESCONEXÃO semanal. Algum dia da semana você corta 50% do seu tempo com a internet e o smartphone. É um começo e o hábito fortalecerá sua saúde mental. É você QUEM MANDA e não a tecnologia. Não seja escravo dela.

FONTES:

PS. Em nosso mais recente lançamento, o Poder da Aprovação: coaching e mentoring para OAB e Concursos, tratamos de muitos efeitos colaterais da ansiedade. Clique na imagem e saiba mais.

Poder da Aprovação-banner

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCA RÁPIDA

Visitantes

2.822.319 desejam passar na OAB e em Concursos

Redes Sociais

Agenda OAB

XXV Exame de Ordem Unificado

  • 23.01.2018

    Publicação do edital

  • 23.01.2018
    a
    02.02.2018

    Período de inscrições

  • 23.01.2018
    a
    02.02.2018

    Período de solicitação de isenção da taxa de inscrição

  • 05.03.2018

    Resultado definitivo da análise de solicitações de isenção da taxa

  • 08.03.2018

    Prazo limite para pagamento da taxa de inscrição

  • 02.04.2018

    Divulgação dos locais de realização da prova objetiva

  • 08.04.2018

    Realização da 1 ª fase (prova objetiva)

  • 08.04.2018

    Divulgação do gabarito preliminar da prova objetiva

  • 23.04.2018

    Resultado preliminar da 1ª fase

  • 24.04.2018
    a
    27.04.2018

    Prazo recursal contra o resultado preliminar da 1ª fase

  • 08.05.2018

    Divulgação do gabarito definitivo da 1ª fase

  • 08.05.2018

    Divulgação do resultado final da 1ª fase (prova objetiva)

  • 21.05.2018

    Divulgação dos locais de realização da prova prático-profissional

  • 27.05.2018

    Realização da 2ª fase (prova prático-profissional)

  • 27.05.2018

    Divulgação do padrão de resposta preliminar da prova práticoprofissional

  • 19.06.2018

    Divulgação do padrão de respostas definitivo e do resultado preliminar...

  • 20.06.2018
    a
    23.06.2018

    Prazo recursal acerca do resultado preliminar da 2ª fase

  • 03.07.2018

    Decisão dos recursos acerca do resultado preliminar e divulgação do...