Os melhores livros para 1ª fase Exame da OAB

Comentários (14)

Livros para OAB

Seja com o edital da OAB publicado, seja às vésperas da sua publicação, a caça aos livros começou! É fácil identificar numa livraria, por exemplo, quem é graduando e quem já está na fase de se preparar para OAB e concursos públicos: quem estiver com uma pilha de livros é examinando ou concurseiro; quem está levando apenas um vade mecum é acadêmico de Direito. Infelizmente, a percepção é compartilhada com os próprios livreiros e atendentes.

Ou seja, o DESESPERO toma conta quando se percebe que “nada sei” diante dos grandes obstáculos que o Exame de Ordem traz e os cadernos e apostilas pouco fazem frente a eles.

Lembre: para o XXIV Exame a reforma trabalhista ainda não será cobrada!

Como se sabe, o mercado de livros jurídicos tem grande apreço a livros de OAB e concursos, resultado da própria procura do leitor. Há milhares de livros que buscam conquistar estes leitores, assim, resolvi indicar o que entendo como os MELHORES TÍTULOS para quem irá enfrentar a 1ª fase da OAB. Para saber mais de cada um, clique na própria capa.

Realmente, não dá para começar a preparação sem um VADE MECUM “de respeito”. Ele é vade mecum específico para OAB (ou “de carinhas”) mais vendido do país, está bastante atualizado comparado às opções concorrentes e o preço promocional. É o único vade mecum atualizado três vezes por ano. Clique na capa e saiba mais.

Aqui está um livro mais que completo, por isso, COMPLETAÇO. Foi o primeiro título a reunir teoria unificada e questões comentadas para OAB. Esta edição é de 2017, portanto, bastante atualizada.  Realmente, caiu nas graças do público e tem sido um sucesso maiúsculo de vendas. Na livraria Saraiva tem todas indicações dos compradores nota máxima.

5251

Outro campeão de vendas, o livro é aquele que mais questões comentadas oferece para os examinandos, bem como atualizado com as provas. Lançado no último trimestre de 2016, é a 8ª edição do título que foi pioneiro em comentar questões FGV (em 2010). Apresenta ainda quatro simulados inéditos. Na livraria Saraiva também tem todas indicações nota máxima.

Capa Poder da Aprovação

É lançamento 2017, o primeiro livro de autoajuda jurídico publicado no país. Trabalha os lados psicológico e pedagógico de toda uma preparação, seja para OAB, seja para concursos públicos. Também trabalha a vocação e muitas outras questões que circulam e convivem durante a vida de um examinando e concurseiro. Clique aqui e saiba mais!

oab esquematizado 2017

Esta é a nova edição do primeiro livro da série Esquematizado® dedicado ao Exame da OAB. Sob coordenação do prof. Pedro Lenza, traz a participação dos professores da plataforma Saraiva Aprova numa obra com teoria unificada e questões comentadas ao final de cada capítulo. O bacana é que este livro está incluso na matrícula da plataforma preparatória para o Exame da OAB, cuja produção é da Editora Saraiva. Saiba mais, clicando aqui.

Simulado OAB Saraiva Aprova

Por fim, uma CORTESIA para você. O livro acima é um E-BOOK de 2017 com simulado, gabarito justificado e dicas de coaching inteiramente GRÁTIS. Você pode começar hoje mesmos os seus estudos fazendo o download dele, basta clicar na imagem da capa e BONS ESTUDOS!

[post originalmente publicado em fevereiro de 2017, atualizado para o XXIV Exame com as novas edições conforme indicadas]

Vade e códigos PROIBIDOS para consulta na prova da OAB

Comentários (0)

emoticon-surpreso

Como aconteceu quando da publicação do novo Código de Processo Civil, com a reforma trabalhista está ocorrendo o mesmo: muitos lançamentos editoriais com “comparativos”. Eu sei que para o XXIII e XXIV Exames a nova matéria trabalhista não será cobrada em razão da vacatio legis. Somente para o XXVº Exame estejam preparados para as mudanças.

No entanto, é importante alertar o que traz o Edital da OAB:

MATERIAL/PROCEDIMENTOS PROIBIDOS:

  • Códigos comentados, anotados, comparados ou com organização de índices estruturando roteiros de peças processuais.
  • Legislação comentada, anotada ou comparada.

Vou pegar um exemplo gritante que está sendo lançado pela Editora Juspodivm, porque o próprio título entrega: CLT Comparada com a Reforma Trabalhista. Deve ser uma excelente obra em razão dos nomes dos autores envolvidos, mas ela não pode ser usada na prova da OAB. Inclusive não há propaganda sobre isso, porque acredito que a editora tenha outros planos para a obra: público acadêmico e advocacia.

A nova edição do vade mecum da mesma editora informa na capa que traz “CLT comparada”. Pesquisando melhor o site da editora, enxerguei na descrição “livro anexo” com a tal CLT comparada. Se estivesse integrado ao texto do vade, seria proibido o seu uso na prova da OAB, mas basta não levar o livro para prova, porque não pode ser consultado.

O vade da Editora Método também traz a CLT comparada, mas segundo sua capa é “material complementar para download“. Ou seja, está online.

Já o vade acadêmico da Rideel, informa que traz a reforma trabalhista como “adendo especial”, não fala em texto comparativo. Parecida a decisão da Saraiva no seu vade mecum tradicional quanto à reforma e que traz ainda o texto atualizado da própria CLT.

Por fim, a CLT Organizada da Editora Saraiva e do Carlos Bezerra Henrique Leite, na sua 4ª edição, deixa claro que há um adendo especial que traz a reforma trabalhista, mas não contempla a comparação, o que é proibido o seu uso na prova da OAB.

Assim, cuidado para não se “emocionar” com as facilidades do texto comparativo por acreditar que pode ser consultado no dia da prova. Antes sim, mas durante, infelizmente, não.

Banner_Saraiva_Aprova

Passe na OAB: livros para 1ª fase

Comentários (0)

Conquistas-Passe na OAB

Olá meus futuros colegas de OAB!

Hoje vou tratar da indicação de três livros essenciais que farão toda a diferença na sua preparação para 1ª fase da OAB. Uma coisa é certa, antes de tudo: deixe de lado apostilas e cadernos, porque não prestam para esta missão. Eu que digo? Também, mas há diversos depoimentos que venho colhendo que estavam “se enganando” com um material fácil, basta um clique para download, e com as anotações da faculdade.

Selecionei apenas um depoimento, mas que foi suficiente para acreditar que estamos no caminho certo [como não pedi autorização para publicar, vou omitir o nome].

Bom dia, professor, faço contato para admitir que fui ingênua no meu primeiro exame da OAB. Eu sabia que não seria fácil a prova, mas acabei optando justo pelo caminho mais fácil e baixei alguns materiais na internet de forma aleatória, fazendo pesquisa no google. Não paguei nada por eles, mas me pareceram que serviria. Tinha ainda xerox que guardei da faculdade e fui estudar com eles para o exame.

Como era bastante material, fiz meus resumos. Talvez porque lá no fundo não acreditava que aquilo seria o suficiente ou porque desconfiava se prestava ou não. Não perdi dinheiro, porque foi de graça, mas perdi tempo com os meus estudos e a prova da OAB. Não fui aprovada e tenho convicção que o material não foi de perto suficiente.

Descobri seu livro Completaço pelo seu blog e achei que era mais uma propaganda que os blogueiros fazem, mas depois minha colega chegou com ele em mãos dizendo que era sensacional e acabei então adquirindo. Fiz todas as questões li todo o texto e incrível que pareça os estudos fluíram. Acabei sendo aprovada no XXI exame nas duas fases graças a esta indicação. Sei que as pessoas tem preguiça de dar feedback quando precisam elogiar, lembram apenas de reclamar, por isso este contato. Parabéns pela obra, sou mais uma divulgadora dela.

Este livro era uma edição anterior, de 2016. Agora, recém lançado, a 3ª edição do COMPLETAÇO 1ª FASE OAB de 2017. Ele traz:

  • 678 páginas com teoria dividida por disciplina e por assunto
  • 1761 questões comentadas alternativa por alternativa

Ele foi o primeiro título no mercado de OAB e reunir teoria unificada e questões comentadas. A seleção de autores foi escolhida a dedo, todos são professores de renomados preparatórios e com grande experiência didática, facilitando a exposição do conteúdo. Há quadros, esquemas, sistemas, comparativos, enfim, para ajudar também na memorização dos temas. Abaixo, seguem algumas páginas do livro (clique na imagem para aumentar).

Completaço 3 Edição

Opções de compra, clique no link da loja abaixo e compare!

Logo-Amazon Logo-Saraiva Logo-Livraria Concursar

comp-2 comp-3 comp-4

Outra obra importante, especialmente, para quem já tem um livro só de teoria, é a PASSE NA OAB 5251 QUESTÕES COMENTADAS na sua 8ª edição, atualizada com o NCPC e NCED. Também é uma publicação da Editora Saraiva e conta com um grande time de professores de diversos preparatórios. Como você já deve saber, a resolução de questões é um dos melhores métodos de estudos. Nesta obra, as questões foram divididas por disciplinas, temas e subtemas, agilizando na proposta de otimizar os estudos.

5251 Questões Comentadas

Opções de compra, clique no link da loja abaixo e compare!

Logo-Amazon Logo-SaraivaLogo-Livraria Concursar

E, por fim, mas não menos importante, o Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos, da Editora Saraiva, na sua 12ª edição. Quem pretende estudar, seja qualquer o material que tem, precisa de um vade mecum bem atualizado, como é esta edição de 2017.

VM 2017

Opções de compra, clique no link da loja abaixo e compare!

Logo-Amazon Logo-SaraivaLogo-Livraria Concursar

3 livros indispensáveis para 1ª fase da OAB

Comentários (4)

livros-com-fundo

Como se sabe, cadernos de aula e apostilas não dão mais conta para conseguir a aprovação na 1ª fase da OAB há muito tempo! É material totalmente defasado. Também não é possível estudar apenas pela lei seca, em razão da falta de tempo de examinar todos os artigos que poderiam ser cobrados. Também como se sabe, Exame da OAB é estratégia. Desse modo, estar bem “armado” com livros especializados vence qualquer inimigo.

Selecionei, então, em época de crise, apenas 3 livros que são indispensáveis para prova da 1ª fase da OAB. São livros com propósitos diferentes. Um livro teórico + questões comentadas, um livro só com questões comentadas e, por lógico, um vade mecum.

[1] VADE MECUM SARAIVA OAB E CONCURSOS. Editora Saraiva, 2017.

VM 2017

Muita gente deixa para comprar o vade mecum apenas depois da aprovação da 1ª fase, quando certo está o caminho para 2ª fase. No entanto, é um erro. O ideal é começar a preparação total com o livro que você usará no dia da prova da 2ª fase, pois até lá você terá destacado tudo que foi importante. Ou seja, quanto mais tempo em mãos com o vade, muito melhor! Indico este vade porque é da Editora Saraiva, a editora responsável por códigos e leis há mais tempo que todas outras. Portanto, tradição em códigos é com ela. Além disso, este vade mecum é específico para OAB, foi pensando para ajudar o examinando, mas sem infringir as regras do edital. É o mais atualizado também, com data de fechamento até 31/1/2017. Opções de compra: Saraiva, por 140,00 [clique aqui], Amazon, por 140,00 [clique aqui], Livraria Concursar, por 131,25 [clique aqui].

[2] COMPLETAÇO 1ª FASE TEORIA UNIFICADA + QUESTÕES COMENTADAS. Editora Saraiva, 2017.

Completaço 3 Edição

Esta obra foi a primeira que trouxe TEORIA UNIFICADA com QUESTÕES COMENTADAS, por isso já está na sua 3ª edição. Um sucesso de vendas, ela ganhou uma nova roupa, muito mais bonita e moderna, acompanhando o restante da coleção Completaço, que além da 1ª fase também tem todos os volumes da 2ª fase [saiba mais, clicando aqui]. Tem a característica peculiar de reunir um time de professores dos mais diversos preparatórios do país, trazendo, assim, uma experiência agregadora para a obra [p.ex., Saraiva Aprova, CERS, Damásio, Forum, A Casa do Concurseiro, Somos OAB, Estratégia, Alfacon, etc.]. Se a obra é completa? É mais que completíssima, é COMPLETAÇO! Opções de compra: Saraiva por 198,00 [clique aqui]. Na Livraria Concursar, R$ 158,40 [clique aqui].

[3] PASSE NA OAB 1ª FASE 5.251 QUESTÕES COMENTADAS. Editora Saraiva, 2016.

5251 Questões Comentadas

Já está na sua 8ª edição, um dos livros de questões comentadas para OAB mais vendido do país, observado que este tipo de obra tem em praticamente em todas as editoras em razão da sua importância. Tenho certeza que você já sabe que resolver questões é fundamental para ser aprovado. E um livro com questões comentadas valoriza e facilita este método de estudo. As questões já estão divididas em disciplinas e assuntos, e torna a experiência muito mais completa. Traz ainda 4 simulados realizados pelos professores. Realmente, é um livro indispensável para preparação. Uma nova edição chegará ao mercado para o XXIV Exame. Opções de compra: Saraiva, por 120,10 [clique aqui]; Amazon, por 123,20 [clique aqui] e Livraria Concursar por 123,20 [clique aqui].

Com este TRIO de sugestões sua aprovação para OAB é mera questão de tempo. Mas tem que usar, não adianta investir nestes títulos e deixar na prateleira como enfeite, ok?

Os melhores livros para 2ª fase OAB

Comentário (1)

Completaço 2 fase OAB-Nas livrarias

Já está nas livrarias a melhor e mais atualizada série editorial para 2ª fase da OAB. Passe na OAB 2ª Fase FGV Completaço. Publicada pela EDITORA SARAIVA, atualmente, é a sua única série para 2ª fase da OAB atualizada com CPC/2015. Lançada agora na segunda quinzena de março, é uma coleção rica em DETALHES e reuniu – EXCLUSIVAMENTE – as seguintes características (você não verá em nenhuma outra a reunião de todas elas):

  • TEORIA E MODELOS DE PEÇAS
  • QUESTÕES DISCURSIVAS COMENTADAS
  • PEÇAS PROFISSIONAIS COMENTADAS
  • ROTEIROS PASSO-A-PASSO
  • SÚMULAS DE TRIBUNAIS SUPERIORES SELECIONADAS
  • ATUALIZADOS COM NCPC

Portanto, além de ser uma coleção de 2017 [a maioria que está no mercado é de 2016], apresenta um grupo de autores referência como professores nos mais diversos preparatórios do país. TODOS estão envolvidos em preparatórios para OAB e, portanto, afinados não só com a didática atualizada como também com a linguagem que o aluno ou leitor deseja.

Resumidamente, são livros que entregam a PRÁTICA e a TEORIA. Avalia todas as provas anteriores da FGV, observando não só os gabaritos oficiais, como também tecem comentários complementares para indicar a resposta correta, tanto nas peças como nas questões.

Recomendamos duas livrarias online onde você pode encontrar esta coleção: Livraria Saraiva e Livraria Concursar.

completaço 2 fase

E o seu VADE MECUM já está com ele em mãos? Como você sabe, deve ser um BEM ATUALIZADO ou você vai arriscar a sorte com um defasado para prova, depois de todo o esforço para alcançar a aprovação na 1ª fase? Por isso, indicamos também o melhor e mais atualizado vade mecum: VADE MECUM SARAIVA OAB E CONCURSOS. 12ª EDIÇÃO, 2017, fechamento 31/janeiro/2017.

Já comentei sobre ele de forma detalhada em:

- Em 1ª mão: o melhor Vade Mecum para OAB

Neste ‘post’ eu respondo 3 perguntas:

  • Qual a diferença entre o Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos com o tradicional Vade Mecum Saraiva?
  • Porque o Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos é o melhor?
  • O Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos é permitido usar na prova da 2ª fase?

Na Livraria Concursar ele está em PROMOÇÃO de R$ 175,00 por R$ 140,00. Clique aqui. Na Livraria Amazon.com.br, está por incríveis R$ 127,11. Clique aqui e veja se ainda há estoque.

Vade Mecum Saraiva 12

 

Em 1ª mão: o melhor Vade Mecum para OAB

Comentários (23)

VM 2017

O Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos – VM OAB é o mais VENDIDO do país na sua categoria, perdendo apenas em número de vendas para o seu “irmão” mais velho, o clássico e tradicional Vade Mecum Saraiva já na sua 23ª edição.

A 12ª edição do Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos está de acordo com o XXIIº Exame de Ordem, pois somente foi realizado a partir de sua publicação. Inclusive esta informação está na capa!

Assim, respondendo – imediatamente – as 3 perguntas que sempre me fazem:

Primeiro, a data de fechamento. O tradicional é editado duas vezes por ano, enquanto o VM OAB tem três edições anuais, sendo assim, a “data de fechamento” são distintas. O VM OAB segue as datas de publicação dos editais da OAB, já o tradicional está destinado a atender os semestres letivos dos acadêmicos. Outra diferença: o mapa da legislação. O VM OAB traz ao final do livro em papel cartonado um índice por disciplinas optativas de 2ª fase com as principais leis. É permitido? Sim! Está lá no edital: “Índices remissivos, em ordem alfabética ou TEMÁTICOS, desde que não estruturem roteiros de peças processuais”. Também outro diferencial: conteúdo online e que traz muita coisa bacana para ser acessado. Por fim, o VM OAB traz na sua capa uma seleção de professores da plataforma Saraiva Aprova que avaliza todo o conteúdo do Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos.

Primeiro, é o Vade Mecum temático com maior número de edições e o único que é atualizado 3 VEZES por ano. Segundo, traz a tradição centenária da Editora Saraiva e a experiência de oferecer no mercado o “livro jurídico” mais vendido do país, portanto, mais aprovado entre seus leitores. Terceiro, traz o MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO. Veja, o Vade Mecum OAB da Editora RT tem o preço de capa de R$ 204,00 reais. O Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos tem o preço de R$ 175,00. O Vade Mecum Concursos e OAB da Editora Método custa R$ 158,00, no entanto, sua data de fechamento é 9/01/2017, sendo que o Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos é mais ATUALIZADO (31/01/2017).

Sim, com total e absoluta certeza! O VM OAB somente é produzido a partir da publicação dos editais do Exame de Ordem, justamente, para observar se houve ou não alteração de regras. Sendo assim, continua sendo 100% confiável em razão de respeitar o edital e os itens que são proibidos. Ademais, não é por menos que é o Vade Mecum temático mais vendido do país, portanto, já foi demasiadamente testado e usado em exames e concursos.

Você também pode ganhá-lo ao se matricular na plataforma Saraiva Aprova para o Exame da OAB nas opções que são oferecidas a partir de R$ 990,00 (EM ATÉ 10X SEM JUROS), com acesso ILIMITADO e durante 6 MESES. Quer saber mais? Clique abaixo e vem conosco!

click

Vazam fotos dos livros mais completos para 2ª fase da OAB!

Comentários (0)

emoticon-surpreso

BOMBA! Vazam fotos dos livros mais completos para 2ª fase da OAB!!

Lançamento 2017 da Editora Saraiva, é a coleção MAIS atualizada e MAIS completa do mercado editorial para 2ª fase da OAB. Além disso, tem o MELHOR custo-benefício, compare!

A partir da primeira semana de MARÇO em todas as livrarias, todos os setes volumes, cada um representando uma opção para 2ª fase. O que eles trazem de tão especial? Seguem a mesma missão do livro Completaço 1ª fase OAB: entregar TUDO o que leitor precisa para ser aprovado, basicamente, através de TEORIA UNIFICADA + QUESTÕES COMENTADAS.

Assim, com as capas, fica fácil revelar:

  • TEORIA E MODELOS DE PEÇAS
  • QUESTÕES DISCURSIVAS COMENTADAS
  • PEÇAS PROFISSIONAIS COMENTADAS
  • ROTEIROS PASSO-A-PASSO
  • SÚMULAS DE TRIBUNAIS SUPERIORES SELECIONADAS
  • ATUALIZADOS COM NCPC

Também descobrimos o preço! Os volumes Empresarial, Penal e Trabalho, em razão do maior número de páginas, têm o investimento de R$ 86,00. É o valor de capa, ou seja, certamente, você encontrará por menos. Os demais volumes, Civil, Tributário, Administrativo e Constitucional, R$ 76,00. Também valor de capa.

Destaco também os nomes dos autores. Todos são professores reconhecidos nacionalmente por suas trajetórias em sala de aula dos mais diversos preparatórios do Brasil (a lista é grande, basta consultar cada perfil nas redes sociais), além de já terem experiência em publicações, o que facilita muito a didática.

2017-02-15-PHOTO-00000493 2017-02-15-PHOTO-00000494 2017-02-15-PHOTO-00000495 2017-02-15-PHOTO-00000496 2017-02-15-PHOTO-00000499 2017-02-15-PHOTO-00000498 2017-02-15-PHOTO-00000500 2017-02-15-PHOTO-00000504 2017-02-15-PHOTO-00000509

E-book com simulado e dicas de coaching para OAB grátis! Baixe aqui!

Comentários (18)

ebook-oab

É com IMENSO prazer que anuncio, na data da publicação do edital para o XXIIº Exame de Ordem Unificado, o nosso 1º E-BOOK (e talvez de todo o mercado) contendo:

  • um simulado de questões para OAB;
  • com gabarito justificado;
  • dicas de coaching para OAB.

Sabe da melhor? 100% GRÁTIS!

Sabe da melhor, ainda? Um E-BOOK editado pela maior editora jurídica do país: Editora Saraiva!

Portanto, não é um “mero” simulado em PDF, que todo mundo oferece, com um singelo gabarito, sem a expertise de alguém com mais de 10 anos de experiência dedicados ao Exame de Ordem e 50 livros publicados, e sem estar em conformidade com o grau de dificuldade e o modo das questões que a FGV vem se especializando em cobrar.

Simulado OAB Saraiva Aprova

Organizamos uma obra ímpar, com a maioria das questões realizadas pela própria FGV em outros concursos, mas que poderiam estar na sua prova da OAB em razão do grau de dificuldade e do tipo que oferece no Exame de Ordem através de situações hipotéticas ou casos interpretativos. Lembre que a FGV já copiou, simplesmente, questões de concursos e aplicou no Exame da OAB em 2012, fato que alertamos e que acabaram sendo anuladas as questões [saiba mais, clique aqui].

O E-BOOK contém 31 páginas, trazendo imagens, textos, muitas dicas e indicações de livros para OAB, bem como revela uma plataforma nova e revolucionária para preparação do exame. Não deixe de ler até o final. Caso você prefira, faça o download e imprima para carregar onde quiser. E também não esqueça de compartilhar este material com quem precisa, pois diferente do concurso público, o Exame de Ordem não há concorrência por vagas, sendo assim, todos podem se ajudar mutuamente.

Para acessá-lo, clique na imagem abaixo e bons estudos!

banner_simuladooab

Esquematizado® é marca registrada.

Comentários (0)

Marca-Registrada

Como autor, responsável por uma produção bastante ativa de obras jurídicas dedicadas para concursos e OAB, sempre respeitei toda e qualquer iniciativa original no mercado editorial. Reconheço que cada dia fica mais difícil de “reinventar” a roda, por isso, ideias originais podem ser aperfeiçoadas, desde que respeitadas alguns parâmetros.

Você que consume livros jurídicos sabe do que eu estou dizendo, basta olhar as prateleiras das livrarias. Quando uma ideia sobressai de outras, no sentido comercial, normalmente, torna-se repetitiva, ou seja, torna-se uma coleção editorial. Em outras palavras: virou sucesso, porque não replicá-la?

E se uma coleção editorial é sinônimo de sucesso, essa é a série ESQUEMATIZADO®.

É muito fácil reconhecer: há dezenas de títulos que trazem na capa de suas obras a expressão “esquematizado”. Há outras denominações parecidas, mas que buscam se diferenciar ou identificar uma situação própria, como “sintetizado”, “simplificado”, “descomplicado”, etc. Não há mal algum, porque estão dispostas a facilitar a escolha do seu futuro comprador.

Este tema já tratei em outros “posts” [*], porque me importa esclarecer ao leitor que nem tudo é a mesma coisa. Também trabalhei muito para conquistar espaço no mercado e lançar produtos inéditos que tiveram seus propósitos reconhecidos pelos leitores, alcançando suas aprovações em concursos e OAB. Por exemplo, a expressão PASSE NA OAB, que além de servir de nome para o nosso blog também é o nome da nossa coleção publicada pela Editora Saraiva. Já fui copiado, infelizmente, mas por enquanto não fui prejudicado financeiramente com isso, ao contrário, ganhei propaganda.

Pois bem, infelizmente, este não é o caso do professor PEDRO LENZA, responsável pela coleção ESQUEMATIZADO® e autor do livro jurídico mais vendido do país, depois do Vade Mecum da Saraiva, Direito Constitucional Esquematizado®. Como se sabe, esta metodologia se tornou “grife” no meio jurídico e, por isso, há muitos títulos que carregam esta denominação sem a autorização do “pai” da coleção. Explico.

O professor Lenza entrou com pedido de registro junto ao INPI em março de 2009 e o que foi deferido. Em 2012, o mercado recebeu esta nota de divulgação pela Editora Saraiva em razão da marca registrada do seu autor.

Porém, nem todas as editoras aceitaram a decisão do INPI e houve recurso administrativo que estava pendente desde 2012. Pois bem, agora o INPI decidiu [22/11/2016] em manter a concessão da marca até 2022 para o seu proprietário e criador, Pedro Lenza. O processo é público, portanto, se tiver em conhecer mais detalhes, o número é 901516872.

Assim, invista na coleção OFICIAL, verdadeiramente, com a metodologia ESQUEMATIZADO®, publicada pela Editora Saraiva, cujo coordenador é o prof. Pedro Lenza. Saiba mais, clicando aqui.

A mais recente obra da coleção é OAB ESQUEMATIZADO®.

oab esquematizada

[*] Acesse abaixo e saiba mais.

Processo Penal Esquematizado

Estudos Esquematizados

Direito Sumular – TST Esquematizado

O + vendido do país: direito constitucional esquematizado

Direito Previdenciário Esquematizado

2ª fase OAB: Vade Mecum ou Código conjugado?

Comentários (12)

pergunta

Sem deixar criar muito suspense, vou logo respondendo a pergunta: o mais atualizado!

Mas também deixo outra pergunta: porquê não os dois? Vejam bem. Sou da época que livros doutrinários eram permitidos na 2ª fase da OAB, exceto, livros com modelos de peças, como também eram permitidos códigos comentados. Assim, todo mundo chegava na prova com uma mala de rodinhas lotada de livros.

Talvez, nem todo mundo, porque a maioria do pessoal de trabalho levava um livro de processo, outro de direito material, uma CLT e um vade mecum para garantir. O certo é que os optantes de civil, pelas malas, ficariam pelo menos 1 mês no local da prova. Os optantes de penal, uma semana. E os optantes de trabalho, um final de semana.

E todo mundo se deslocava para prova “feliz da vida”, porque a sua biblioteca ou de algum amigo que emprestou estava à disposição para o exame.

Por outro lado, tinha um lado negativo: enfrentar o escasso tempo com tantas opções. Sabe quando alguém na fila do buffet tranca o andamento porque há 6 tipos de alface para escolher? Esta angústia também acontecia no dia da prova. A missão era terminar as 5 questões respondidas e uma peça resolvida em 5 horas.

- Mas professor, porque todo este blá-blá-blá? Fugiu do assunto?

Não, de modo algum. Estou contextualizando para demonstrar que todas as opções de hoje são válidas, pois quem carrega 1 código específico (ou conjugado) também pode carregar um vade mecum OAB. Assim, quem irá enfrentar direito penal, por exemplo, poderá levar um código conjugado (3×1, penal+processo penal+constituição federal) como também um vade mecum. Para trabalho, uma CLT e o vade mecum; e assim por diante.

A principal razão é que o vade mecum, ao menos o da OAB da Saraiva, tem 3 edições por ano, portanto, estará sempre mais atualizado que qualquer outra publicação, inclusive, os conjugados, que, geralmente, são publicados uma vez por ano. Em outras editoras, o vade mecum OAB, em regra, tem duas publicações por ano, sempre seguindo o início do semestre letivo.

Sendo assim, contar com duas publicações na hora da prova não há problema algum, ao contrário, traz um reforço psicológico de que as respostas estarão num dos dois volumes à disposição. Poderá servir o conjugado para chegar mais rápido na resposta ou conter mais leis específicas da disciplina escolhida, mas estes benefícios são mais teóricos do que práticos mesmos, pois a organização do vade mecum sempre busca trazer tudo o que já caiu em cada nova edição.

Ademais, a rapidez de alcançar uma lei ou um artigo também pode ser alcançada com as etiquetas da Marca Fácil conforme ilustração abaixo. Lembrando que NÃO SÃO MAIS ACEITOS os post-its, mesmo em “branco” (sem qualquer anotação).

A 11ª edição do Vade Mecum Saraiva OAB está de acordo com o edital do XXI Exame da OAB e já é uma publicação de 2017. Saiba mais, clicando aqui. A Editora Saraiva mantém a coleção “conjugados” e que servem muito bem para o Exame da OAB. Dependendo da disciplina, tem 3×1 e 4×1. Saiba mais, clique aqui.

A linha completa das etiquetas Marca Fácil podem ser encontradas direto “na fonte”, clique aqui. Deixando claro, que o VM Saraiva não vem com as etiquetas.

IMG_7978

Kit aprovação 1ª fase OAB!

Comentários (0)

kit de livros oab

A livraria Saraiva – ao menos a loja online – montou alguns “kits” (ou combos, como queiram) reunindo em todos o mais novo VADE MECUM SARAIVA OAB e um livro teórico. Mas qual a vantagem do kit, professor? Não só um ÓTIMO desconto promocional, como também a livraria escolheu livros que poderão lhe ajudar muito na preparação e aprovação no XXIº Exame da OAB.

Da nossa coleção PASSE NA OAB, a livraria escolheu o livro Completaço  e o 5.251 Questões Comentadas. Basta clicar nas imagens para saber mais.

kit OAB 2

Kit OAB

Outra ótima opção segue abaixo (basta clicar na imagem).

  • VADE MECUM SARAIVA OAB + OAB ESQUEMATIZADO (De R$ 326,00 por R$ 219,00)

vade_4

Mas corra, porque a OFERTA é por prazo LIMITADO!

Vade Mecum OAB e Concursos 2017

Comentários (17)

IMG_7351

Apresentamos para vocês o mais novíssimo VADE MECUM OAB E CONCURSOS da Editora Saraiva, edição 2017 e, totalmente, de acordo com o Edital do XXIº Exame de Ordem.

Como podem notar, há INFINITAS mudanças a considerar. Vamos a elas, respondendo suas perguntas!

  • Quem são estas novas carinhas? Então, há um novo time de responsáveis e divulgadores do Vade da Saraiva. Este time, digo, SELEÇÃO de professores e autores consagrados tem em comum que TODOS estão no projeto SARAIVA APROVA. O que é SARAIVA APROVA? [No próximo item, não se afobem…] Pois bem, esta seleção de “carinhas” na capa e que tem o prof. Pedro “Esquematizado” Lenza como referencial vem trazer toda a sua experiência nos ajustes deste Vade para lhe ajudar a conquistar o Exame da OAB. Pela 1ª vez, todos os autores são professores de TODAS as 17 disciplinas do edital da OAB.
  • O que é Saraiva Aprova? Vou deixar escapar só um pouquinho, ok? É a mais nova plataforma educacional da Editora Saraiva e que vai lhe levar, neste primeiro momento, à aprovação no Exame da OAB. Todos os livros de OAB e concursos também estarão vinculados a este novo selo editorial. Quer saber mais? Clique aqui. Em muito breve, o seu modo de pensar sobre como se preparar para OAB e concursos será totalmente modificado. Prometo!
  • O que é Saraiva Jur? Pois bem, este é outro selo editorial da Editora Saraiva vinculado a obras legislativas e de conteúdo altamente jurídico. Como vocês devem saber, “livraria” e “editora” Saraiva não são mais a “mesma coisa”. Em outras palavras, são grupos empresariais distintos desde o início de 2016. Esta reformulação irá trazer grandes benefícios para todos os leitores e consumidores de conteúdo jurídico.
  • Desde quando está atualizado este Vade? Desde a data da publicação do XXIº Exame, ou seja, 26 de setembro de 2016.
  • Qual a diferença deste Vade OAB em relação aos outros da Saraiva? Primeiro, que é o único que tem TRÊS publicações por ano. Os demais tem DUAS atualizações por ano. Segundo, está sendo direcionado para entregar a legislação exigida pelos editais da OAB. Terceiro, há um conteúdo ONLINE EXCLUSIVO, como está na capa, cujo acesso é através de um código interno no Vade. Quarto, tem o melhor custo-benefício não só na Saraiva, como em relação à concorrência. Em promoção, em pré-venda, por R$ 125,60 [preço de capa, R$ 157,00] – clique aqui. Quinto, traz um “mapa de legislação para 2ª fase” encartado no final do livro, 100% permitido e dentro do edital da OAB. Sexto, tem a aprovação de todas as “carinhas” que estão na capa do Vade.
  • Qual a diferença deste Vade OAB da Saraiva e das outras editoras? Já falei que tem o MELHOR custo-benefício [comparando outros com “carinhas”: RT, R$ 175,00; Foco, R$ 199,00]. Também é MAIS atualizado que as últimas edições citadas [RT, 8ª edição, Foco, 3ª edição] e das últimas edições de outras editoras [Armador, 2ª edição, Rideel, 23ª edição, Método, 5ª edição].
  • Este Vade ainda traz o CPC de 1973? Sim, como anexo, para facilitar ainda quem está se adaptando ao NCPC, presente, por óbvio!
  • Este Vade OAB da Saraiva é permitido o seu uso na prova da 2ª fase? Com 100% de segurança! Esta é a 11ª edição do Vade OAB MAIS vendido do mercado editorial.. A cada edição são vendidos mais de 20 MIL EXEMPLARES e o seu público é, principalmente, de OAB. Até o momento, NENHUM foi recolhido pelos fiscais em razão do seu conteúdo. Inclusive, como podem notar, na capa está destacado a edição do Exame de Ordem. Portanto, totalmente de acordo com o edital da sua publicação. Ademais, traz toda a TRADIÇÃO da Editora Saraiva em legislação e conteúdo jurídico.
  • Este Vade OAB é indicado para acadêmicos na faculdade? Com total certeza! Para quem está faculdade basta prestar atenção ao que o pessoal carrega pelos corredores e saberá que é um GRANDE sucesso nas faculdades de Direito também. Toda a produção esmerada, facilita a consulta da legislação, o que importa muito na hora da prova.
  • Porque a capa é tão bonita? Ah… méritos da equipe “capista” e da beleza natural das “carinhas” das professoras que estão na capa e do pessoal do photoshop nas “carinhas” dos professores… [brincadeirinha].

Ainda tem dúvida qual o VADE MECUM OAB que você contará para enfrentar este Exame de Ordem e as provas da faculdade?

5.251 Questões comentadas para Exame da OAB

Comentários (6)

5251

Chegamos, então, à 8ª edição do livro de questões comentadas mais vendido pela Editora Saraiva: Passe na OAB 1ª Fase FGV. Edição 2016 atualizadíssima com o Novo Código de Processo Civil e o Novo Código de Ética da OAB.

São 1328 páginas recheadas de questões da OAB/FGV, da OAB/CESPE e de concursos da FGV e de outras bancas escolhidas pelo perfil e conteúdo que caiu em provas do Exame de Ordem Unificado. É para quem não se contenta em resolver apenas as provas aplicadas pela FGV.

O livro traz também as provas que foram reaplicadas pela OAB/FGV e está atualizado até o XIXº Exame aplicado ainda em 2016.

Qual a vantagem de estudar com uma obra publicada com questões comentadas?

1º – A divisão das questões por disciplinas, temas e subtemas, propiciando uma análise criteriosa e estratégica para o aluno.

2º – As alternativas erradas também são comentadas para explicar do porquê não foram assinaladas.

3º – Comentários que fazem a diferença nas explicações que muitas vezes o aluno perde tempo na pesquisa e reforçam os estudos.

4º – A resolução de questões é um dos dois melhores métodos de estudos segundo a ciência.

5º – As questões foram comentadas por professores experientes de sala de aula em diversos preparatórios e não por internautas.

Nosso livro ainda traz 3 simulados de questões inéditas, preparadas especialmente pelos autores envolvidos, todos também comentados.

Os autores que participaram desta obra são: Adriano Marteleto Godinho, Biela Jr., Bruno Amaro, Giuliano Menezes Campos, Isabelli Gravatá, Leandro Antunes de Oliveira, Leandro Eustaquio, Leonardo Castro, Marcelo Hugo da Rocha, Marcos Paulo Dutra Santos, Mauro Godoy Prudente e Tatiana Marcello.

É a obra de questões comentadas para OAB MAIS ATUALIZADA e com MAIOR NÚMERO DE QUESTÕES no mercado!

Vade Mecum: marcações, remissões, clipes e post-it!

Comentários (2)

Lapis coloridos

Utilizar o marca-texto em seu código ou Vade Mecum é quase uma arte, mas um grafismo quase proibido pela FGV. Não quero estragar seu livre-arbítrio de que o código é seu e pode fazer o que quiser, porque o edital da OAB é bastante rígido, apesar de ser confuso quando trata sobre o assunto. Por isso, há bastante interesse e curiosidade por parte dos examinandos.

Já escrevi outras oportunidades a respeito [clique aqui], por isso venho reforçar.

Primeiramente, você pode ter certeza: a FGV/OAB não gostam que você se utilize deste recurso. Porque? Facilita a vida da maioria, como também abre possibilidades para muitos se utilizarem de forma indevida, montando verdadeiras estruturas de peças através de cores e símbolos.

E como se sabe, a OAB vem retirando todos os possíveis atalhos durante a evolução dos exames. Pergunto: quem não duvida que poderão proibir qualquer remissão ou marcação num futuro breve? Lembrem que recentemente foram proibidos os “post-it”. Depois, voltaram atrás, hoje, permitidos. Aliás, abre-se um parênteses: não deixe de utilizar este recurso! O tempo de prova da 2ª fase é o maior inimigo dos examinandos, por isso, ficar “catando” leis e artigos resulta em tempo perdido para responder as questões e fazer a peça. Clique aqui e saiba mais!

VM-OAB

Pois bem, o que o edital do XXº Exame proíbe e permite?

PERMITE:

  • Simples utilização de marca texto, traço ou simples remissão a artigos ou a lei.
  • Separação de códigos por clipes e/ou por cores, providenciada pelo próprio examinando, sem nenhum tipo de anotação manuscrita ou impressa nos recursos utilizados para fazer a separação.
  • Utilização de separadores de códigos fabricados por editoras ou outras instituições ligadas ao mercado gráfico, desde que com impressão que contenha simples remissão a ramos do Direito ou a leis.

PROÍBE:

  • Utilização de marca texto, traços, post-its ou remissões a artigos ou a lei de forma a estruturar roteiros de peças processuais e/ou anotações pessoais.

Ocorre que saber o que é “simples utilização” ficará por conta do fiscal, pois é o que diz o edital.

  • As remissões a artigo ou lei são permitidas apenas para referenciar assuntos isolados. Quando for verificado pelo fiscal advogado que o examinando se utilizou de tal expediente com o intuito de burlar as regras de consulta previstas neste edital, formulando palavras, textos ou quaisquer outros métodos que articulem a estrutura de uma peça jurídica, o uso do material será impedido, sem prejuízo das demais sanções cabíveis ao examinando.

Por isso, em razão também da nossa experiência, sugerimos o que é possível fazer nas imagens abaixo. Muitos me perguntam se é possível usar tantas cores que forem possíveis. Nossa resposta é sim, porém é melhor não arriscar a tornar uma única página colorida como fosse um arco-íris, até porque poderá confundir mais do que ajudar.

Cuidado ao usar formas geométricas, no máximo para circular ou enquadrar o número de um artigo ou parágrafo, enfim, de forma comedida. Apesar de ter feito estas anotações com caneta, prefiro que se use lápis, que fica mais discreto e que pode ser apagado caso seja necessário.

Jamais escreva palavras junto com os artigos. No máximo, a indicação de um “S” como SÚMULA e o número respectivo. Talvez se faça possível usar STJ ou STF. E só. Também ARTIGO ou ART. Nada mais.

Outros perguntam se pode usar marca-texto ou escrever artigo junto ao sumário. SIM, pode, não há proibição nisso. Sublinhar com caneta? PODE. Azul, preto ou vermelho.

Uma ótima sugestão, uma revolução nas canetas de marca-texto são as canetas de GEL. Sim, elas não borram, não passam para página atrás, são mais fáceis de se utilizar e não secam caso ficarem sem tampa. Procurem nas melhores livrarias. Elas são um pouco mais caras, mas valem cada centavo!

VM-MARCACOES-2

E se o fiscal implicar com o seu código ou vade mecum? IMPORTANTE! Leia isso, clique aqui.

Bons estudos!

Indicações de livros para 1ª fase da OAB

Comentários (0)

livros

Como se sabe, o mercado de livros preparatórios para Exame da OAB, especialmente, para 1ª fase do certame é gigantesco. Em tempos, nossos leitores e alunos nos questionam sobre novidades ou indicações, que – infelizmente – não conseguimos acompanhar todos os lançamentos ou garantir uma análise mais próxima, até porque muitos livros ficam só na 1ª edição ou somem e reaparecem para uma nova editora.

Pois bem, neste sentido, lá em 2013 fiz uma divisão em 4 TIPOS de literatura [clique aqui]. Hoje já é possível enxergar 5 TIPOS. Escrevi sobre indicação de livros para Exame de Ordem em outras tantas oportunidades:

[01]- LIVROS DE DOUTRINA

Antigamente, era possível encontrar uma segmentação aqui: coleções para OAB e livros de teoria unificada. Não há mais coleções para OAB com volumes individualizados. As últimas que resistiam era da Editora Método (a famosa e pioneira coleção dos “verdinhos” em razão da capa) e da Editora Saraiva (série OAB Nacional). A atualização mais recente é de 2015. Restaram os livros de teoria unificada, onde as disciplinas são reunidas numa única obra. O grande lançamento é sem dúvidas o Método de Estudo Doutrina Volume Único – Todas as disciplinas – 2016  – Editora Método.

Outras opções:

  • Exame da OAB Unificado 1ª Fase – 6ª Ed. 2016 – Editora Saraiva
  • Essencial Para Exame da OAB – 7ª Ed. 2016 – Editora Método
  • Passe na OAB – 1ª Fase – Manual de Dicas 2ª Ed. 2014 – Editora Saraiva

[02]- LIVROS DE QUESTÕES COMENTADAS

Este tipo de livro é campeão em qualquer biblioteca, livraria e nas mesas de estudos do examinando em razão de ser um método vencedor e ter muitas opções pelas editoras. Resumindo, sem o exercício de questões, não há aprovação. A recomendação aqui é óbvia: Passe na OAB – 1ª Fase Fgv – 5.251 Questões Comentadas – 8ª Ed. 2016 – Editora Saraiva. A mais atualizada edição, incluindo o XIXº Exame da FGV. Toda obra atualizada para o NCPC e NCED.

Outras opções:

  • Passe Agora – OAB Questões Comentadas – 1ª Fase – 14ª Ed. 2015 – Editora Rideel
  • Questões Comentadas Dos Exames da OAB – 1ª Fase – 4ª Ed. 2016 – Editora RT
  • Como Passar na OAB 1ª Fase 5.500 Questões Comentadas – 12ª Ed. 2016 – Editora Foco
  • Questões Comentadas OAB 1ª Fase – 3ª Ed. 2016 – Editora Armador

[03]- LIVROS DE DICAS E DE PREPARAÇÃO

Se para concurso público há clássicos com esta temática, a contar pelas obras do “guru dos concurseiros” William Douglas, no Exame da OAB não poderia ficar muito para trás, apesar da comparação ser desfavorável para este último. Nossa escolha também é óbvia, Guia Passe Na Oab – Os Segredos da Aprovação Na 1ª e 2ª Fase do Exame de Ordem – Editora Saraiva. É uma coletânea com preciosas dicas de aprovação tanto da 1ª fase como na 2ª fase.

Outras opções:

  • Dicas Para A 1ª Fase da OAB – 2ª Ed. 2014 – Editora Saraiva
  • Guia de Aprovação Na Oab – 2012 – Editora Impetus

[04]- LEGISLAÇÃO ESPECIALIZADA

O mercado de OAB também absorveu publicações que se tornaram especializadas para consulta na 2ª fase da Ordem, em especial, o vade mecum “de carinhas”. Estas “carinhas” são os rostos conhecidos de professores de cursos preparatórios, que tiveram alguma colaboração (ou nenhuma) com a formatação do código. O mais vendido do país, atualizado 3x por ano, é Vade Mecum Saraiva – OAB e Concursos – 10ª Ed. 2016 – Editora Saraiva, nosso favorito!

Outras opções:

  • Vade Mecum de Legislação – 3ª Ed. – 2016 – Editora Foco
  • Vade Mecum OAB e Concursos-  8ª Ed. – 2016 – Editora RT
  • Vade Mecum Método de Legislação – 4ª Ed. – 2016 – Editora Método

[05] – LIVROS DE DOUTRINA E QUESTÕES EM ÚNICO VOLUME

A tendência do mercado editorial é simplificar tudo num único volume. Assim, os “tratados” acabaram virando pequenas séries editoriais através de alguns volumes de “cursos”, depois tudo num “manual” disciplinar e hoje num único volume multidisciplinar. Faltou apenas alguém que juntasse a teoria unificada com o conteúdo de questões comentadas. Voilá: Passe na OAB 1ª Fase Fgv – Completaço – Teoria Unificada e Questões Comentadas – 2ª Ed. 2016 – Editora Saraiva. Além de ser pioneiro, é o mais atualizado (na sua 2ª edição) e tem o melhor custo-benefício: preço de capa R$ 179,00, mas em promoção por R$ 143,20 ao tempo desta resenha. O livro concorrente tem preço de R$ 259,00.

Outra opção:

  • Tudo em Um para OAB : doutrina + questões comentadas – Ed. 2016 – Editora Foco

Novo Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos!

Comentários (0)

VM - 10 ED (2)

Chegou a 10ª edição do Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos, o “vade mecum de carinhas” da Editora Saraiva e o mais vendido do segmento.

Este VM foi estruturado de acordo com o XX Edital do Exame da OAB, preparando seu conteúdo para uma rápida consulta na hora da prova. Constitui material essencial para preparação e utilização em provas e concursos. Alguns diferenciais são de grande ajuda para o aluno (e totalmente permitidos pela OAB para uso em prova):

  • MAPA da Legislação: Guia de localização rápida, para a 2.ª fase do Exame da OAB, das principais leis e decretos para cada área escolhida pelos alunos;
  • Acesso online com dicas para o sucesso em provas e concursos, modelos de peças processuais, dicionário jurídico e temário;
  • Regimento Interno do STF e do STJ.

Destaques desta edição:

  • NOVO CPC: LEI N. 13.105, DE 16-3-2015 (ATUALIZADO PELA LEI N. 13.256, DE 4-2-2016)
  • Marco Regulatório da Primeira Infância (Lei n. 13.257, de 8-3-2016)
  • Normas do CPC de 2015 aplicáveis e inaplicáveis ao processo do trabalho (IN 39/TST)
  • Agravo de Instrumento (IN 40/TST)
  • Lei Antiterrorismo (Lei n. 13.260, de 16-3-2016)
  • Marco Civil da Internet – Regulamento (Decreto n. 8.771, de 11-5-2016)
  • Súmulas e OJs do TST – adaptação ao Novo CPC
  • Adendo Especial: CPC de 1973 e Novo Código de Ética

Mesmo que seja o VM mais utilizado entre os acadêmicos de Direito que pretendem fazer a prova da OAB ou concursos, muita gente pergunta sobre ele, especialmente, se ele pode ser usado na prova. SIM, pode. Mesmo contendo os enunciados de jornadas do CJF? SIM, pode. Sugiro ler este post a respeito [clique aqui]. E este “MAPA da Legislação” pode usar? SIM, pode. É um encarte de papelão que fica ao final da obra e que dividiu a legislação por disciplina. Não há qualquer óbice quanto a isso, porque não estrutura qualquer peça.

Perguntas que mais respondo a respeito:

  • Qual a diferença da versão “clássica”? O miolo é praticamente o mesmo, o que diferencia é a data de fechamento, pois o VM OAB é publicado 3x ao ano seguindo o edital da OAB, enquanto o “clássico”, 2x ao ano. O VM OAB traz um bom material online para consulta, além do MAPA, o que não tem no “clássico”. E o VM OAB é mais barato, sempre!
  • Qual a data de fechamento? A 10ª edição tem data de 14-junho-2016.

E o preço? Segundo o site da LIVRARIA SARAIVA, está de R$ 157,00 por R$ 139,90. A versão clássica (22ª edição) de R$ 179,00 por R$ 161,10.

Comparando com o VM também de “carinhas” da editora RT, com os professores do Damásio, o preço deste é R$ 175,00 e está por R$ 148,75 no site da Livraria RT. Está na 8ª edição, não traz o CPC de 73 em versão impressa, só online e está atualizado até fevereiro de 2016.

Outro VM de “carinhas” é da editora Foco, com os professores do LFG, o preço é R$ 199,00 e está por R$ 179,10 no site da editora (está na 3ª edição). Está atualizado até janeiro de 2016.

Então, deixa eu lhe perguntar: qual o Vade Mecum de “carinhas” MAIS atualizado, MAIS barato e MAIS vendido, cuja editora é a MAIS tradicional em venda de códigos no país?

Conheça o Novo CPC comentado em áudio!

Comentário (1)

Closeup portrait of beautiful young female laying on grass and l

Como se sabe, mesmo com o período de 1 ano de vacatio legis para ambientação da nova lei, todo mundo deixou para última hora para conhecer o NOVO CPC. Talvez nem seja culpa de quem deixou para última hora, porque durante este período se cogitou, fortemente, que a nova lei ganhasse mais tempo de vacatio para que todos pudessem compreender melhor o novo sistema processual brasileiro.

Mas não foi isso que aconteceu e a lei já está em vigor. É claro que antes passou por uma modificação antes mesmo de começar a valer, mas  o CPC idealizado por Alfredo Buzaid já é passado.

Assim, a corrida pelo conhecimento [e tempo perdido] começou!

Vejo muita gente comprando ainda o NCPC e, consequentemente, livros de processos novos. Nem mesmo as bibliotecas das faculdades estão preparadas para este momento, infelizmente. De qualquer modo, MUITO SE ESCREVEU e a internet está aí para comprovar, basta digitar no GOOGLE “NCPC” ou “novo código” e voilá!

O mercado editorial, assim, deu uma grande aquecida com obras neste sentido ou, simplesmente, atualizando-se sob NCPC. Os NCPC comentados, talvez, sejam as obras mais recomendadas para este momento, mas são muito caros e inacessíveis para grande maioria do público. Por isso, a minha recomendação aqui supre, justamente, esta questão: o acesso é gratuito.

Não só isso vale a indicação, mas também, a qualidade dos comentários e quem está por trás deste projeto: o prof. José Maria Rosa Tesheiner. Se você se permite ainda em não conhecê-lo, é um dos últimos grandes processualistas gaúchos das escolas tradicionais ainda em atividade, juntamente, com Adroaldo Furtado Fabrício. O prof. Tesheiner mantém um dos sites jurídicos mais legais, o PÁGINAS DE DIREITO [clique aqui] com a profª Mariângela Milhoranza.

Ele é autor de diversas obras de processo civil, mais de 50 anos de docência, professor do PPGD da PUCRS, desembargador aposentado do TJRS, enfim, o currículo é extenso.

Não há só artigos e revistas publicadas no site PÁGINAS DE DIREITO, como também clássicos do prof. Tesheiner para fazer download de forma oficial e legalizada.

Páginas de Direito   ..

Basta clicar acima e alcançará de forma organizada praticamente (o objetivo é esse) todos os artigos do NCPC comentados pelo prof. Tesheiner e também por seus seguidores [ao tempo deste artigo, atualizado até o artigo 770].

Aproveito também para indicar a página do prof. Artur Torres, outro processualista gaúcho de qualidade maior, professor na graduação e pós-graduação da PUCRS e que traz vídeos explicativos sobre o NCPC e inclusive disponibiliza o seu livro sobre RECURSOS CÍVEIS já sob o código novo [clique aqui para baixar].

Por fim, o prof. Rennan Thamay, professor na FADISP mantém uma coluna com vídeos sobre o NCPC no site da GEN Jurídico, bastante didáticos, confere lá: clique aqui.

E o melhor de tudo isso: é GRÁTIS, LEGAL e grandes PROFESSORES!

Com qual Vade Mecum contarei para 2ª fase da OAB?

Comentários (132)

É sempre a mesma dúvida: após o resultado da 1ª fase, com qual vade mecum devo levar e me preparar para 2ª fase da OAB? Um código específico ou vade mecum? Pois bem, vamos tentar responder as questões a seguir.

Com a publicação de um NCPC, além de uma lei que gerou alteração antes mesmo de entrar em vigência (a Lei 13.256, 5/2/2016), bem como do Novo Código de Ética – NCED, ambos textos que somente serão cobrados a partir do XXº Exame, a corrida é muito grande às livrarias.

O mais interessante é o paradoxo que o XIXº Exame criou: temos um NCPC EM VIGÊNCIA, mas SERÁ COBRADO O CPC/73 na prova prática.

Mas vamos lá! Com fechamento justo 5/2/2016 para contemplar a nova lei que alterou o NCPC, bem como inclui o NCED, portanto, hábil também para provas futuras e para continuar usando para concursos e na própria advocacia, o VADE MECUM SARAIVA OAB E CONCURSOS 9ª EDIÇÃO traz todos estes benefícios legislativos, como também muitos outros:

  • Mapa da Legislação: Guia de localização rápida para a 2.ª fase do Exame da OAB;
  • Acesso online com dicas para o sucesso em provas e concursos, modelos de peças processuais, dicionário jurídico e temário;
  • Regimento Interno do STF e do STJ.

É comum me perguntarem a diferença deste VM com o “clássico” da Saraiva, na sua 21ª edição. Os apontamentos acima já são diferenciais, bem como a 9ª edição do OAB E CONCURSOS é mais atualizado e, geralmente, ele é, pois tem 3 edições anuais, enquanto o “clássico” tem duas.

Também é comum me perguntarem se “professor, levo para prova um código específico?”. Antigamente, quando a prova da 2ª fase aceitava inclusive livros doutrinários, desde que não tivessem peças ou modelos, os examinandos chegavam ao local da prova com MALAS. Parecia que estavam saindo para uma EXCURSÃO! Porque? Se você tivesse a chance de levar o que pode para prova, deixaria para trás algum livro? NÃO!

Por isso, que não encontro muitas justificativas entre “preferir” um VM completo ou um código específico, mas sim AMBOS SERVEM para ajudar o futuro advogado a se sentir, pelo menos, mais seguro com o que irá enfrentar no dia da prova. Ademais, é bom lembrar: a atualização mais constante do VM SARAIVA OAB E CONCURSOS (3x ao ano) supera a regularidade das publicações segmentadas, geralmente, uma única vez por ano, daí a importância de usar em “dupla”.

Por fim, para ajudar o examinando temos as etiquetas marca fácil. Você que está tendo pela primeira vez a oportunidade de fazer a 2ª fase, fica a dica: o MAIOR obstáculo da prova é a FALTA DE TEMPO para consultar e pesquisar. Por isso, as ETIQUETAS servem perfeitamente para esta tarefa. Tem um vídeo no youtube que ensina e explica como funcionam, clique aqui. É importante salientar que as etiquetas são adquiridas de forma separada em relação ao VM OAB E CONCURSOS. A imagem abaixo é bastante ilustrativa da grande vantagem de usá-las.

Divulgação-MF-MarceloHugo-Banner-Blog2

Em 1ª mão: Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos (9ª edição-2016)

Comentários (87)

AF_Banner-Vade-OAB

O Vade Mecum OAB e Concursos mais vendido do país está chegando com nova edição, atualizado pela data do edital do XIXº Exame da OAB. A Editora Saraiva é uma das únicas que lança 3 edições por ano, baseada, especificamente, em cada publicação de edital da OAB. Portanto, segue estritamente com cada certame e suas possíveis mudanças.

Reúne uma grande equipe de revisores técnicos e que ilustra a capa do mesmo. Professores e juristas das mais diversas instituições fazem parte deste projeto ímpar dentro das publicações legislativas.

Este Vade Mecum já traz o NCPC referido em toda a legislação, bem como traz o novo Código de Ética da OAB, ambos diplomas que já serão cobrados no XXº Exame da OAB.

Perguntam muito sobre a diferença deste Vade Mecum com o clássico da Saraiva. Pois bem. Dentre as diferenças está na data de atualização. Enquanto o clássico é publicado duas vez por ano, o da OAB e Concursos tem 3 e, provavelmente, estará mais atualizado. Outra distinção é que o VM OAB e Concursos traz conteúdo exclusivo online, como vídeoaulas com dicas sobre as disciplinas que compõem o exame da OAB. Também tem um MAPA LEGISLATIVO em papel cartonado e que fica no final do livro. É mais um índice disciplinar, ou seja, divide o conteúdo por disciplina optativa da 2ª fase da OAB.

Não, não tem índice que sistematiza peças processuais.

Portanto, é um Vade Mecum que se pode confiar. Além de ser o mais vendido deste segmento, é o mais popular entre os examinandos da 2ª fase, basta conferir no dia da prova qual o VM que o pessoal carrega mais debaixo do braço. A qualidade dele e a atualização é insuperável!

[ATUALIZADO]

Segue o link da LIVRARIA SARAIVA para compra, clique aqui.

Exame da OAB: não sabe qual material para estudar?

Comentários (0)

EXAME

Professor, qual a diferença dos dois?

COMPLETAÇO - como o próprio nome revela – é um livro mais que completo. Enquanto a maioria das obras são livros únicos com TEORIA UNIFICADA, este além de trazer TODAS as disciplinas, também apresenta TODAS AS PROVAS DA FGV comentadas. Então, ao invés de comprar 2 livros, você terá em apenas 1 tudo o que você precisa para ser aprovado na 1ª fase da OAB.

Já o 5212 QUESTÕES COMENTADAS é um livro com “apenas” questões comentadas. Mas são 5212 questões! Ou seja, tem questões para serem resolvidas quase para uma eternidade. Este livro é para quem está procurando realmente exercitar tão somente, ou seja, num nível mais avançado dos estudos.

Esta é a diferença principal entre as obras. Estão atualizadas para XIXº Exame da OAB, que ainda não cai nem NCPC nem CED.

bons estudos!

Missão Aprovação: 10 histórias de sucesso em concursos!

Comentário (1)

Missão Aprovação

É inegável ao conhecimento, principalmente, dos concurseiros, que a motivação é combustível para manter a “reclusão” aos estudos. Muitos se apegam à “fé” que um dia vai ser aprovado. Esta fé, diferente da Bíblia, é mais ao jeito do discípulo Tomé. Porque? Como se sabe, Tomé é o autor da expressão que atravessou séculos como “só acredito vendo”. E o concurseiro acredita que ser aprovado é possível, porque milhares de outros já assumiram algum cargo público e relataram de alguma forma ou de outra como conquistaram a sua vaga.

Portanto, de algum modo, todo concurseiro já “viu” (leu, ouviu, assistiu) que ser aprovado em concursos públicos não é um conto ou promessa ou mentira. Assim, todo concurseiro é uma representação de Tomé dos dias atuais.

Mas como fazer valer o que se acredita? E em quem acreditar? Por exemplo, William Douglas é o guru dos concurseiros. Foi pioneiro em compartilhar suas experiências com concursos públicos. Há tantos outros. Certamente, não basta “apenas” estudar: a cabeça tem que ir junto para preparação. Assim, motivação é a parte que ajuda neste quesito. E como se expressa? Geralmente, com testemunhos.

Pois bem, reunir 10 histórias de pessoas que venceram a batalha do concurso público e que não só se tornaram servidores públicos concursados, mas também tutores para novos concursandos é uma proposta bastante peculiar e inovadora, graças à experiência extensa e rica na preparação do prof. Otávio Piva, prefaciador da obra também.

Diante disso, reunimos uma seleção de vencedores. Mais do que isso, uma seleção de depoimentos de pessoas diferentes, com origens diferentes, mas que ao cabo de tudo chegaram no mesmo lugar: a aprovação em concurso. Outra distinção é que não são todos caminhos em concursos jurídicos, ao contrário, bastante mesclado, bem como as instituições que se tornaram agentes. A diversidade de regiões onde exercem suas funções também é relevante.

Todos, sem exceção, são didáticos ao trazer dicas de preparação, não só como se viraram para passar, mas também o que a experiência deles como professores em sala de aula ou com o contato direto com novos concurseiros agregou em seus trabalhos.

Mas não há trajetória de sucesso sem fracassos, e isso é uma conclusão nos relatos. Portanto, ninguém tem QI de Einstein ou teve a vida facilitada por qualquer motivo, o que torna mais real suas estórias. Certamente, você se identificará com diversas situações, o que servirá para alimentar a sua FÉ na aprovação.

Uma obra linda, motivacional e que recomendo muito. Leitura fácil e agradável que fixará sugestões para as armadilhas e encruzilhadas da vida de concurseiro. Em dezembro nas livrarias.

Lançamento 2016: o Vade Mecum mais atualizado do mercado!

Comentários (82)

Divulgação-MF-MarceloHugo-Banner-Blog

Já está em pré-venda (para 18/11) a 8ª edição do Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos, o mais vendido entre os “códigos com carinhas” e o mais atualizado de todos os outros. Vem de acordo com o edital do XVIIIº Exame de Ordem e, mais uma vez, será o campeão de vendas. Porque?

Além das vantagens da versão tradicional, conta ainda com:
– MAPA da Legislação: Guia de localização rápida para a 2.ª fase do Exame da OAB;
– Acesso online a vídeos exclusivos, elaborados por renomados professores, com dicas para o sucesso em provas e concursos, modelos de peças processuais, dicionário jurídico e temário;
– Regimento Interno do STF e do STJ.

Traz ainda, como adendo especial, o NCPC.

Tudo isso por R$ 114,40 (promoção): clique aqui.

O fechamento da edição é 28/setembro.

Bacana destacar são as etiquetas “marca-fácil”, conforme a imagem acima. Além de serem permitidas pelo edital, elas ajudam MUITO na hora da pesquisa, seja durante os estudos, seja na hora da prova da 2ª fase. É um “acessório” indispensável. Saiba mais clicando aqui.

[ATUALIZADO EM 25/1/2017]

A edição mais recente deste Vade Mecum é a 11ª edição de 2017. Confira, clicando aqui.


Compartilhe com seus amigos a dica da única plataforma de estudos que personaliza a preparação para Exame da OAB conforme as habilidades de cada aluno. Chegou Saraiva Aprova, a plataforma da Editora Saraiva. Clique na imagem e saiba mais!

Saraiva Aprova FB

O livro mais completo para 1ª fase da OAB!

Comentários (8)

Capa Passe Na OAB Completaço Novo.indd

Qual o livro mais completo para 1ª fase da OAB? Já recebi este tipo de pergunta inúmeras vezes e a resposta sempre foi parcial, pois apenas um único livro era difícil de indicar, precisavam dois, pelo menos. Diante também desta dificuldade e da posição do mercado de maximizar o conteúdo num único volume, nasceu o livrão COMPLETAÇO!

É livrão em todos os sentidos, de tamanho (22cm x 28), número de páginas (1037), todas disciplinas (17) e questões comentadas (todas as provas da FGV/OAB até a XVII, inclusive!). A primeira página abaixo trata das questões comentadas (de internacional) e a segunda, de teoria (trabalho).

FullSizeRender (5) FullSizeRender (6)

É o primeiro livro no mercado para OAB que traz tanto o conceito de teoria unificada como traz as questões comentadas da FGV numa ÚNICA obra. Importante observar que houve uma pesquisa prévia das questões e suas respostas para depois os autores escreverem a teoria, ou seja, a informação do que realmente caí em prova todos os autores detinham antes da projetar a doutrina.

Este é o conceito do COMPLETAÇO: uma única obra que ajude o examinando a ser aprovado na 1ª fase sem precisar carregar livros exclusivos de questões ou de doutrina.

E os autores? Todos professores do curso PASSE NA OAB e com experiência didática de tantos outros preparatórios.

E o preço? Ele já está em PRÉ-VENDA exclusivamente na Livraria Saraiva com preço promocional de R$ 149,00 por R$ 119,20 (ou em até 5x sem juros).

O mais completo? Agora sem dúvida alguma. Completaço!

2ª fase OAB: alguém teve o vade mecum recolhido?

Comentários (2)

Woman looking with binoculars

Não é sempre, mas tem sido quase como: às vésperas da prova da 2ª fase surge uma polêmica a respeito dos códigos e vade mecum. Vamos recapitular, historicamente, o que vem acontecendo.

Primeiro, a questão a respeito de um índice temário que o VM OAB e Concursos da Saraiva trouxe na sua 1ª edição e, que segundo alguns autores de obra concorrente, estaria oferecendo o passo-a-passo das peças processuais. Ocorre que até chegar esta denúncia, o referido VM foi utilizado perfeitamente num exame sem maiores problemas. Depois desta confusão, mesmo a editora Saraiva negando tal acusação e protocolando junto à OAB um pedido de análise, a tempo do exame, para não criar prejuízos aos seus leitores, preferiu-se colocar este índice no formato online a partir da 2ª edição. Que eu saiba, a resposta da OAB sobre a 1ª edição do VM da Saraiva nunca veio.

Até hoje recebo perguntas não só sobre o VM da Saraiva, como também da RT, Rideel, Impetus, a CLT da LTr, Método, etc. E as perguntas são sobre todos os índices, alfabético, numérico, etc.  e tal. E já antecipo, caso algum fiscal implicar: o “mapa de legislação” do VM OAB da Saraiva é um  índice comum, disciplinar, não há qualquer problema nele e vem encartado no final.

Segundo, a questão de códigos e VM incluírem os enunciados das jornadas do Conselho da Justiça Federal. Tem gente que afirma que tais enunciados correspondem à doutrina e, portanto, seriam proibidos, porque os códigos anotados são proibidos. Ocorre que os enunciados não revelam nem são apontados como fonte de Direito. Portanto, não geram qualquer ameaça para prova. Por outro lado, como acontecem em muitos concursos públicos que pode se usar o VM e códigos, os enunciados dos tribunais superiores são muito mais contundentes em garantir fundamentação jurídica e, portanto, são proibidos em certos certames.

Terceiro, a proibição (já superada) das etiquetas marca-fácil, aquelas que contém a indicação do texto para facilitar a procura da legislação. Por um breve tempo, a OAB proibiu o seu uso expressamente. Certamente, algum conselheiro mal humorado previu que tais etiquetas anexadas aos VM e códigos permitiriam aos examinandos o caminho “mais fácil” da aprovação. Ainda bem, que tal mesquinharia é coisa do passado.

E, por último, a questão das marcações no VM com canetas marca-texto. Novamente, surgiu como advertência por parte de professores com o edital do XVIIº Exame da OAB como “novidade”. Ocorre que a OAB desde sempre proibiu qualquer artifício para estruturar peças, inclusive, com o uso excessivo de tais canetas. Assim, estes professores solicitaram aos seus alunos que NÃO usassem de modo algum, o que gerou grande repercussão, pois o edital não proibia, mas reforçava a moderação no seu uso.

De tudo isso, pergunto: alguém perdeu o VM ou código por alguma destas razões, especialmente, a mais recente? Sei que houve recolhimento mas por outros motivos, como p.ex., escrever modelos de peça entre as linhas, palavras indicativas, post-it com indicações legais (o que é expressamente proibido), enfim. Há outras situações de grampeamento pelos mesmos motivos, quando houve tolerância por parte dos fiscais (pois seriam alguns casos de recolhimento, simplesmente).

Por fim, o que mais se perdeu com tudo isso, diante de tanta especulação, foi a confiança, tanto por parte da banca como por parte dos examinandos.

face_supercursooab4

Obras recomendadas sobre Novo Código de Processo Civil

Comentários (4)

LivrosDurante a aula do mestrado em direito processual nestes dias, uma colega demonstrava espanto ao número de títulos que constatou numa livraria sobre o Novo Código de Processo Civil – NCPC. Realmente, o mercado foi inundado por uma série de obras que tratam sobre o NCPC. Certo que a maioria trata de Comentários ao NCPC.

Não é de ontem que acompanho o projeto do NCPC, principalmente, suas publicações ainda quando se referia como projeto de lei. Assim, além da vida acadêmica, dos “astros” (nasci no mesmo ano do CPC de 73, cujo pai, Alfredo Buzaid, tem o mesmo nome do que o meu…) e do meu hobby em fazer resenhas de obras jurídicas aqui no blog [clique aqui] (resquício quando era crítico de cinemas e DVD), porque não uma lista de indicações sobre o NCPC?

Portanto, não é estranha esta tarefa para mim, bem como atenderia de uma única vez a diversos emails semanais solicitando indicações precisas sobre o NCPC. Assim, dividi em categorias as obras para facilitar e atender o leitor com o que ele precisa e fixei o máximo de 15 títulos neste primeiro momento. Deixo consignado que não abri TODOS os livros sobre o NCPC, até porque desconheço todos os lançamentos, mas os primeiros tive acesso, sendo segura estas indicações. Por estes motivos, esta lista será atualizada periodicamente. Boa leitura e bons estudos!

= CÓDIGOS COMPARADOS =

Neste item, as editoras correram logo após a aprovação do PL para apresentar um trabalho mais inicial, demonstrando artigo por artigo a confrontação entre o CPC de 1973 e 2015. Como as obras são muito parecidas, com um quadro comparativo de 1973 para 2015 e vice-versa, destacando até palavras ou expressões em outra cor (ou em negrito), praticamente, a distinção mais relevante é a “autoria” responsável pelo livro. Assim, vou apresentar apenas uma lista indicativa (ordem aleatória), sem detalhamento para não me tornar repetitivo.

1- Códigos de Processo Civil Comparados | Editora Saraiva

2- Novo CPC Comparado | Luiz Fux (Coord.) | Editora Método

3- Novo Código de Processo Civil Comparado | Elpídio Donizeti | Editora Atlas

4- Novo Código de Processo Civil de 2015: comparativo com o Código de 1973 | Fredie Didier Jr. e Ravi Medeiros Peixoto | Editora Juspodivm

= COMENTÁRIOS AO NCPC =

Como referi anteriormente, tenho certeza que este segmento foi o mais explorado pelas editoras através de seus autores mais reconhecidos. Assim, vou privilegiar apenas um título por cada editora para democratizar as indicações. A escolha foi difícil, o que torna a lista especial (ordem aleatória):

1- Novo Código de Processo Civil Anotado | Cassio Scarpinella Bueno | Editora Saraiva

Talvez tenha sido o primeiro ou um dos primeiros lançamentos logo após a aprovação do PL. Traz, entre outras facilidades, quadros comparativos dos CPCs de 2015 e 1973, além de índices também comparativos de ambos os códigos (alfabético e sistemático). O autor traz um capítulo introdutório “para ler antes” bastante interessante, mapeando as principais atualizações. Ele faz referência numérica ao anteprojeto em cada artigo, como também traz enunciados do Fórum Permanente de Processualistas. Este último recurso foi bastante utilizado por outras obras, portanto, não sendo exclusivo desta.

2- Breves Comentários ao Novo Código de Processo Civil | Teresa Arruda Alvim Wambier, Fredie Didier Jr., Eduardo Talamini e Bruno Dantas (Coord.) | Editora RT

Apesar do nome “breves”, é o NCPC com comentários mais extensos da lista. São mais de 130 autores das mais diversas escolas de processo civil trabalhando os temas do NCPC. Também cada artigo está disposto em caixa comparativa com o CPC de 73. São 2.421 páginas, uma obra e tanto!

3- Novo Código de Processo Civil Anotado e Comparado | Paulo Cezar Pinheiro Carneiro e Humberto Dalla Bernardina de Pinho (Coord.) | Editora Forense

Os coordenadores trouxeram uma equipe de mestrandos e doutorandos da UERJ para trazer anotações sobre o NCPC. Segue uma linha similar dos demais quanto à comparação entre os códigos.

= CURSOS E MANUAIS DE PROCESSO CIVIL BASEADO NO NCPC =

É praticamente a “primeira doutrina” a respeito do NCPC. Portanto, é possível que opiniões possam mudar quando o NCPC começar a ter vida própria nos tribunais, ou seja, no confronto do dia-a-dia. De qualquer modo, tenham certeza, os autores abaixo já estão debruçados sobre o NCPC desde que este não passava de um “sonho”.

1- Curso de Direito Processual Civil, v.1 | Humberto Theodoro Junior | Editora Forense

O tradicional curso do Humberto Theodoro já está na 56ª edição, sendo que, por hora, apenas o primeiro volume foi publicado. Ele foi totalmente reescrito de acordo com o NCPC. São 1.226 páginas que tratam da teoria geral, processo de conhecimento e procedimento comum.

2- O Novo Processo Civil | Luiz Guilherme Marinoni, Sérgio Cruz Arenhart e Daniel Mitidiero | Editora RT

Muito me agrada esta obra porque sintetiza o “curso” dos mesmos autores, deixando de lado as notas de rodapé, tornando uma leitura fluída. Creio que seja o 1º “manual” de processo de acordo com o NCPC. O essencial da disciplina está nele em 600 páginas. Mesmo assim, poderia parecer superficial, mas não é.

3- Curso de Direito Processual Civil, v. 1 | Fredie Didier Jr. | Editora Juspodivm

Outra obra consagrada, já na sua 17ª edição, reescrita de acordo com o NCPC. Como o próprio autor deixa claro nas primeiras linhas, “Durante dois anos e meio, ajudei a Câmara dos Deputados na tarefa de produzir um texto normativo de consenso “. Sendo assim, encontrarão nas páginas um conteúdo maduro e reflexivo. Se antes o curso tinha 5 volumes, passará a contar com 6. São 750 páginas este primeiro volume (introdução, parte geral e processo de conhecimento).

= DOUTRINA GERAL SOBRE O NCPC =

Aqui é possível ter uma ideia de quanto ampla pode ser a abordagem sobre o NCPC. Percebe-se que as coletâneas e obras coletivas predominam com um leque impressionante de processualistas consagrados até uma nova geração de estudiosos de uma disciplina que por séculos foi uma “matéria adjetiva”, ou seja, sem importância perto do direito material.

1- Coleção Grandes Temas do Novo CPC | Fredie Didier Jr. (Coord. Geral) | Editora Juspodivm

A coleção, ao que parece, terá 9 ou 10 volumes, sendo que cada um deles reúne uma grande lista de processualistas sob coordenação individual, cujo conteúdo é baseado em artigos científicos sobre o tema de cada um deles. Três volumes já foram publicados, “negócios processuais”, “precedentes” e “honorários advocatícios”. É uma ótima oportunidade de estudar com profundidade cada “grande tema” do NCPC.

2- Teoria Geral do Processo – Em conformidade com o Novo CPC | José Maria Tesheiner e Rennan Faria Thamay | Editora Forense

Como o próprio título revela, é um livro de TGP sob o NCPC. Com muita propriedade, os autores apresentam um panorama da matéria ministrada ainda nos primeiros semestres da faculdade de Direito.

3- Desvendando o Novo CPC | Darci Guimarães Ribeiro e Marco Félix Jobim (Orgs.) | Livraria do Advogado Editora

É uma coletânea de artigos capitaneada por dois professores gaúchos de processo civil, com temas relevantes do NCPC distribuídos entre outros processualistas de renome nacional, como Alexandre Freitas Câmara, Fredie Didier Jr., Tereza Arruda Alvim Wambier, entre outros.

4- Novo CPC – Fundamentos e Sistematização | Humberto Theodoro Jr., Dierle Nunes, Alexandre Bahia e Flávio Pedron | Editora Forense

Obra que já está na sua 2ª edição, oferece a base teórica do NCPC através de sete capítulos concisos, mas com propriedade. É uma outra abordagem comparado com os outros títulos desta lista.

5- Novo CPC – Sintetizado e Resumido | Costa Machado | Editora Atlas

Este livro é interessante, pois fiquei na dúvida em qual categoria incluí-lo. Não é uma obra que apresenta comentários ao NCPC, pois dentre das propostas traz apenas o texto seco da lei, sublinhando as partes alteradas. A própria capa do livro revela: “5 maneiras de conhecer o novo CPC”. Apresenta 40 “figuras” que desapareceram, 200 principais novidades, os artigos sintetizados em uma linha e também através de seus conteúdos jurídicos. É uma opção para 1ª leitura ou consulta breve, visto que o livro não tem 400 páginas.


Compartilhe com seus amigos a dica da única plataforma de estudos que personaliza a preparação para Exame da OAB conforme as habilidades de cada aluno. Chegou Saraiva Aprova, a plataforma da Editora Saraiva. Clique na imagem e saiba mais!

Saraiva Aprova FB

Livros para OAB com 30% de desconto!

Comentários (0)

face_oabLivros

Numa parceria com a Livraria Saraiva, estamos oferecendo livros para OAB com 30% de desconto. Além das duas obras que estão nesta promoção, você poderá encontrar todos os volumes das coleções Passe na OAB e Passe em Concurso Público aqui em nosso portal., clicando em Biblioteca.

O livro GUIA PASSE NA OAB é um manual motivacional e que apresenta propostas de planos de estudos, muitas dicas de como estudar, e é dividido em formato de crônicas para deixar a leitura leve e reflexiva. Há muitos atalhos disciplinares, como apresentar os 10 artigos da CF mais cobrados em provas, etc.

Já o MANUAL DE DICAS 1ª FASE é um livro doutrinário apresentado em forma de dicas para melhor fixação de conteúdo. Traz todas as disciplinas e a doutrina é realizada através de discurso direto, como o professor estive com você.

Basta clicar no banner acima e Boa leitura!

Vade Mecum atualizado até 1º de junho de 2015!

Comentários (6)

download

Está à venda a nova edição do Vade Mecum Saraiva OAB e Concursos Públicos, atualizada até 1º de junho de 2015. É o VM mais atualizado do mercado! Segundo a sua sinopse:

A Editora Saraiva, líder no mercado de livros jurídicos e sempre atenta às necessidades dos profissionais e interessados neste meio, apresenta a nova edição da obra Vade Mecum OAB e Concursos.

– Material essencial para preparação e utilização em provas e concursos públicos, o Vade Mecum OAB e Concursos foi idealizado totalmente de acordo com o edital do XVII exame de ordem unificado.

Além das vantagens da versão tradicional, conta ainda com:

– MAPA da Legislação: Guia de localização rápida para a 2.ª fase do Exame da OAB;
– Acesso online a vídeos exclusivos, elaborados por renomados professores, com dicas para o sucesso em provas e concursos, modelos de peças processuais, dicionário jurídico e temário;
– Regimento Interno do STF e do STJ.

Ele vem atualizado até a 88ª Emenda Constitucional e traz junto o Novo Código de Processo Civil em destaque.

O preço de capa é R$ 143,00, mas em PROMOCIONAL está em R$ 108,68 na livraria Saraiva online (1x no cartão de crédito). Altamente recomendável!

4 Livros para 1ª fase da OAB!

Comentários (5)

Guia PARA COLORIR

Como se sabe, durante a faculdade, é pouco provável você encontrar um acadêmico de Direito numa livraria buscando alguma indicação bibliográfica de seu professor por três razões: [1] os livros são caros; [2] não preciso de livros, porque o melhor caderno da turma é suficiente; [3] o professor não tem indicação bibliográfica.

Infelizmente, esta é a realidade. Não quero que o acadêmico que já tem que enfrentar as parcelas mensais do seu curso crie uma dívida em razão dos seus livros, ao contrário, gostaria que a biblioteca fosse mais utilizada do que é. No entanto, também sabemos que muitas bibliotecas são deploráveis, seja por falta de livros, seja por falta de mais exemplares da mesma obra. Por outro lado, sei identificar alguém recém-formado numa livraria: certamente, é aquele que está com uma pilha de livros jurídicos no caixa para pagar. Será que é a consciência culpando de algo que não fez antes?

Uma coisa é certa: a síndrome do “não sei nada” quando se está se formando atinge a todos.

Como muitos irão enfrentar concursos públicos e a OAB, a bibliografia será direcionada por este caminho. Como a construção do conhecimento ficou para trás, agora é hora de não perder tempo com “cursos” ou “manuais” e investir em livros específicos e teoria unificada. Não seria o recomendável, mas como escrevi antes, a maioria passa longe de montar a sua própria biblioteca durante a faculdade. Portanto, a solução imediata é “não perder tempo” com a literatura de formação, mas de degustação ligeira, ao melhor estilo fast food.

Ok. Se você está na graduação, ainda há tempo para correr ao conteúdo denso. Se você já superou esta etapa, é melhor atacar diretamente o seu objetivo: passar na OAB ou num concurso público.

Divido estas obras em 4 TIPOS:  [1] legislação; [2] doutrina; [3] questões; [4] motivacional.

[1] Obra de legislação tem que ser a MAIS atualizada possível. É instrumento de qualquer operador do Direito ter este suporte ao seu alcance. Um VADE MECUM é tão importante como um estetoscópio para um médico.

[2] Doutrina. Durante a faculdade é o melhor momento de conhecer cursos e manuais, ou seja, doutrina generalizada. Na pós-graduação, os livros que representam dissertações e teses, cujos temas são específicos. Para enfrentar concursos e OAB, livros especializados, mais objetivos e sintéticos. Tem surgido muitas obras trazendo “teoria reunida”, onde se reúne o maior número de disciplinas no mesmo título.

[3] Questões comentadas. Como você já deve saber, é um dos melhores métodos de preparação: resolver questões. Assim, você encontrará livros específicos para determinada carreira para concursos e para OAB também. Maior número de questões de determinada banca ou carreira, melhor. Facilita e ajuda na hora de compreender as questões devido aos comentários. [OBS. Se inscreva grátis e faça o nosso curso de resolução de questões, clique no banner lateral]

[4] Livros motivacionais são em menor número, mas são eficientes para montar planos de estudos, compreender como deve ser uma preparação eficiente, enfim, é um “motor” que considero essencial para começar os estudos.

A imagem acima, claro, é uma brincadeira, pois a moda agora é “colorir”, quem sabe não aprenderia direito com uma dúzia de lápis de cor?

Enfim, trago como sugestão o que chamo de “quarteto fantástico” por compreender estes quatro tipos de obras disponíveis no mercado editorial. Bons estudos!

Quarteto Mágico

 [ATUALIZADO]

Fiz um novo artigo sobre os melhores livros para OAB em 2017: siga aqui, clicando.

Qual Vade Mecum mais caro e o mais barato?

Comentários (2)

Todos os Livros-2Muita gente, mas muita gente mesmo chega aqui no blog para perguntar sobre vade mecuns. As perguntas são as mais variadas possíveis também, mas ultimamente, talvez agravada pela crise financeira, o pessoal vem perguntando sobre o melhor custo-benefício do mercado e é isso que iremos responder!

Lembro que os valores foram retirados diretamente das editoras e irei comparar apenas os VM específicos para OAB, ou seja, aqueles que trazem “carinhas” de professores. A princípio, até porque não conheço todos “pessoalmente”, eles estariam “aptos” a serem utilizados no dia da prova, pois imagino que não seria certo serem códigos segmentados para OAB e, justamente, não poderem ser utilizados no dia da prova.

Então, vamos ao nosso RANKING de custo-benefício:

1º – VADE MECUM SARAIVA OAB E CONCURSOS (6ª edição, 2015, Saraiva)………R$ 130,00

2º – VADE MECUM PORTAL EXAME DE ORDEM (2ª edição, 2015, Armador)………R$ 135,00

3º – VADE MECUM PARA OAB E CONCURSOS CEJA (1ª edição, 2015, Impetus)………….R$ 155,00

4º – VADE MECUM LEGISLAÇÃO CONCURSOS E OAB (3ª edição, 2015, GEN)…………R$ 159,00

5º – VADE MECUM OAB E CONCURSOS (7ª edição, 2015, RT)……………………………………….R$ 179,00

É possível encontrar valores promocionais nos próprios sites das editoras como em outras livrarias, particularmente, na Livraria Concursar, onde tem todos estes VM à venda. Lá, p.ex., o VM Saraiva OAB e Concursos está no valor de R$ 104,00 e o mais caro, da RT, R$ 143,20.

A questão que aflige a muitos: porque pagar mais caro? Apenas por uma indicação de um professor? Sinceramente, neste mercado de VM, onde o objetivo de todas as editoras envolvidas é o mesmo, trazer um livro bastante atualizado, de fácil manuseio, colorido, com fitas, índices dos mais diversos, realmente, o preço é fator preponderante de escolha, porque os produtos são próximos, as distinções são mínimas e que podem ser estabelecidas pelo gosto particular de cada um.

Neste caso, defendendo a escolha do VM OAB da Saraiva, é o único que o projeto não é exclusivo de um curso preparatório, traz conteúdo online (vídeos com dicas dos envolvidos, modelos de peças, etc.), a tradição de 100 anos da editora, é o VM segmentado mais vendido do mercado (depois do VM tradicional da própria Saraiva), tem um “mapa legislativo” que é um índice disciplinar e tem data de fechamento de 6 de fevereiro de 2015. E por tudo isso, ainda é o mais ACESSÍVEL.

VM 6 ED

O uso de separadores no Vade Mecum

Comentários (6)

Recentemente, recebi uma dúvida de uma leitora (e que pode ser de muitos outros) sobre o uso de “post-it” como separadores no código. Ela indagava se poderia anotar com caneta”apenas” o nome da lei ou o seu número. Pois bem, com o edital em mãos pude responder:

- “É material permitido, entre outros, a utilização de separadores de códigos fabricados por editoras ou outras instituições ligadas ao mercado gráfico, desde que com impressão que contenha simples remissão a ramos do Direito ou a leis”.

E antes que alguém pergunte se pode usar outro tipo de material para separar o código ou VM, como clipes…

- “É permitida a separação de códigos por clipes e/ou por cores, providenciada pelo próprio examinando, sem nenhum tipo de anotação manuscrita ou impressa nos recursos utilizados para fazer a separação”.

Pois bem, dias atrás me procurou o criador e patenteador das etiquetas MARCA-FÁCIL, justamente, os separadores impressos a qual o texto do edital se refere. Tenho certeza, que vocês já conhecem estas etiquetas da época da faculdade, pois isso não foi criado ontem. Ocorre que SEMPRE foi permitido o uso de tais etiquetas nas provas da OAB. SEMPRE, reitero.

No entanto, não sei por quais motivos e nem interessa ficarmos analisando, foram proibidas tais etiquetas por algumas provas até o XIIº Exame, onde a FGV retificou o edital para incluí-las novamente e desde então estão LIVRES para serem usadas.

Como todo mundo também sabe, a 2ª fase da OAB é uma prova de resistência e de tormento contra o TEMPO. Assim, usar as etiquetas dá eficiência na pesquisa e consulta legislativa, portanto, entendo como imprescindível para melhorar o rendimento na prova.

Já era fã das etiquetas, mas ao virar “garoto-propaganda” da Marca Fácil estou SORTEANDO 5 jogos completos das etiquetas ATÉ O DIA 31 DE MARÇO. Você receberá em casa, sem custo algum, basta fazer uma frase incluindo as palavras “etiquetas marca fácil”. As 5 mais criativas ganharão o prêmio, ok? Encaminhe quantas frases quiser para o email mhdarocha@gmail.com

Quer saber mais sobre as etiquetas? Clique no banner abaixo e ainda ganhe 20% de desconto.

Post_Etiquetas_Coladas_VM_-_Profº_MARCELO_HUGO

Nova edição do Vade Mecum OAB e Concursos

Comentários (5)

VM-6ED

A Editora Saraiva acaba de colocar em “pré-venda” a mais nova edição do vade mecum para OAB e concursos públicos mais vendido do país! A 6ª edição traz como destaques legislativos:

  • Decreto n. 8.374, de 11-12-2014 (Altera o Regulamento do Estatuto do Estrangeiro);
  • Lei n. 13.058, de 22-12-2014 (Guarda compartilhada – Alterações no Código Civil);
  • Medida Provisória n. 664, de 30-12-2014 (Altera as Leis n. 8.112/90 e 8.213/91 – Modifica as regras para concessão de benefícios previdenciários);
  • Lei n. 13.089, de 12-1-2015 (Estatuto da Metrópole e alterações no Estatuto da Cidade);
  • Lei n. 13.097, de 19-1-2015 (Registros na Matrícula do Imóvel e alterações em diversos diplomas).

Além das vantagens da versão tradicional, conta ainda com:

  • MAPA da Legislação: Guia de localização rápida para a 2.ª fase do Exame da OAB;
  • Acesso online a vídeos exclusivos, elaborados por renomados professores, com dicas para o sucesso em provas e concursos, modelos de peças processuais, dicionário jurídico e temário;
  • Regimento Interno do STF e do STJ;
  • Enunciados das jornadas do CJF.

Destaca-se que a 6ª edição está de acordo com o XVIº Exame Unificado da OAB. Uma das novidades é que o prof. Carlos Henrique Bezerra Leite se junta ao corpo distinto de professores na obra.

Entendeu direito ou quer que desenhe?

Comentário (1)

Talvez não precise de muitas apresentações, devido a sua popularidade alcançada, principalmente, entre concurseiros, acadêmicos e oabeiros, muito compartilhado em redes sociais do projeto “Entendeu direito ou quer que desenhe?“. Certamente, você já viu desenhos bem bolados explicando o juridiquês, de forma muito didática e, principalmente, inteligente.

Pois bem, recebi, recentemente, um novo volume trazendo diversas disciplinas deste grande sucesso que é o “Entendeu direito…”. Quem está por trás é a Cláudia Franco Lopes, que deu vida ao projeto em 2011 e de lá para cá foi alimentando milhares e milhares de seguidores com suas explicações ilustradas e coloridas dos temas mais simples aos trabalhosos, sem perder sua identidade visual e capricho no que apresenta.

A contar com o envelope (imagem), percebe-se o carinho e a dedicação que a autora prepara o material. Se antes desenvolvia sozinha, hoje tem uma equipe de profissionais das disciplinas mais distintas, como aponta a obra os responsáveis, para garantir credibilidade nas informações jurídicas.

desenhe1

O volume 2 tem 162 desenhos distribuídos em 180 páginas e traz organogramas, esquemas, mapas mentais, etc. O conteúdo completo você pode saber clicando no link acima, como também comprar diretamente via pagseguro no blog da autora. O valor é menos de R$ 1,00 por um desenho, R$ 150,00.

O papel é de alta qualidade, muito além dos manuais e cursos que estamos acostumados. Realmente, dá gosto de estudar através deste livro (imagem). Altamente recomendável!

desenhe2

5 livros indispensáveis para 1ª fase da OAB

Comentários (3)

Como muita gente sabe, somente quando no horizonte surge o “fantasma” do exame da OAB vem junto o medo da falta de um material adequado para enfrentá-lo. Fora o vade mecum que acompanha todo o acadêmico de Direito durante a faculdade, poucos livros ganham as estantes dos estudantes. Geralmente, a justificativa é que há outras prioridades ou porque os livros são caros.

De qualquer sorte, o exame da OAB é um bom ponto de partida para investir numa biblioteca própria, principalmente, para quem irá seguir pelos concursos públicos.

Assim, pensando nesta perspectiva, apontamos 5 livros indispensáveis para se preparar para 1ª fase da OAB, além da indicação do Vade Mecum OAB e Concursos Saraiva 2015 [mais informações, clique aqui].

  • Livros de teoria

Sugerimos dois e que vai depender do seu tempo para preparação. Quanto menos tempo, mais objetivo o livro precisa ser.

10245575_769046496463665_8195723927308657307_n

O livro traz uma abordagem diferenciada no segmento de obras para OAB. A proposta é apresentar um manual com dicas pontuais sobre todas as disciplinas da primeira fase do Exame de Ordem num único volume, e que seja convidativo para consulta nos 30 dias que antecedem a prova. O objetivo é fornecer o conteúdo essencial em forma de dicas das 16 disciplinas, as quais estão divididas por temas e destacadas em forma de “etiquetas” das dicas extraídas das últimas provas da OAB com maior incidência em cada matéria.

Exame Unificado Saraiva

Compilação de todas as disciplinas jurídicas, abordadas de maneira simples, direta, objetiva e completa, permitindo-lhes, em curto espaço de tempo, absorver os conhecimentos necessários ao enfrentamento das questões da prova. Em cada capítulo, encontrará o estudante análise profunda e bem cuidada da matéria, com destaque para as novidades legislativas e jurisprudenciais, respeitados sempre o estilo, as características e as opiniões jurídicas de cada autor, o que confere harmonia ao trabalho e proporciona o salutar contato com ideias amadurecidas nas lides forenses, no dia a dia das salas de aula e na vivência da atividade docente em cursos preparatórios para o exame da OAB.

  • Livros de questões comentadas

Sugerimos também dois livros, um com todas as disciplinas e outro para gabaritar Ética, a “rainha das disciplinas” na prova da OAB.

5.193 Questões

A obra contém questões exclusivas formuladas pela FGV Fundação Getulio Vargas, responsável pelo Exame da Ordem, bem como outras, com comentários atualizados e objetivos, trazendo a melhor doutrina e a jurisprudência de tribunais superiores. Este livro foi elaborado por professores experientes na preparação para o Exame de Ordem e coordenado por um dos maiores especialistas em provas da OAB. Fonte de estudo segura, objetiva e eficiente para quem precisa garantir a aprovação.

Etica

São mais de 500 questões anotadas da matéria. A 1ª fase do Exame de Ordem é composta por 80 questões. Para ser aprovado é preciso acertar 40. Se você gabaritar ética, ou seja, se acertar 10 terá garantido de 25% da prova. Este livro é essencial para sua aprovação no Exame da OAB. Estude com foco e garanta sua passagem para a 2ª fase. Obra do prof. Biela Jr., referência nacional na matéria.

  • Livro de métodos, planos de estudos, dicas, motivacional, etc.

Indicamos um livro mais completo que abordasse todos estes aspectos.

Guia

 Resultado da experiência do autor como professor e coordenador de cursos preparatórios, bem como do conhecimento que adquiriu durante anos de dedicação ao preparo de alunos para Exame de Ordem, este livro é um verdadeiro “guia de autoajuda jurídica”, oferecendo orientações e dicas preciosas para o melhor aproveitamento do tempo de estudo. Até mesmo o seu estado de espírito pode influenciar no rendimento!

São apenas cinco obras, mais o vade mecum, que encaminharão muito bem a sua preparação, mesmo que você não faça um preparatório para 1ª fase. Para quem ainda está na faculdade, é melhor começar desde cedo a ter contato com obras especializadas para também não prejudicar o orçamento. É claro que há outros títulos similares, a qual também conheço porque tenho ou já folheei, mas minhas indicações são essas.

BOA LEITURA!

Vade Mecum: quais estão permitidos e proibidos para OAB.

Comentários (107)

focoPublicado o edital para o XVIº Exame da OAB Unificado, começa uma pequena movimentação por parte de quem irá prestar esta prova sobre a base legislativa que irá acompanhá-la para a tarefa de chegar à 2ª fase e usá-la no dia da prova. A pergunta que se forma é: qual vade mecum está permitido ou proibido?

Primeira dica é: o edital do XVIº Exame reproduz os mesmos itens a respeito dos materiais e procedimentos para consulta na prova da 2ª fase dos últimos editais. Portanto, o que aconteceu nas últimas provas serve para o XIVº Exame.

segunda dica é relembrar estes itens.

MATERIAL/PROCEDIMENTOS PERMITIDOS
• Legislação não comentada, não anotada e não comparada.
• Códigos, inclusive os organizados que não possuam índices temáticos estruturando roteiros de peças processuais, remissão doutrinária, jurisprudência, informativos dos tribunais ou quaisquer comentários, anotações ou comparações.
• Leis de Introdução dos Códigos.
• Instruções Normativas.
• Índice remissivo.
• Exposição de Motivos.
• Súmulas.
• Enunciados.
• Orientações Jurisprudenciais.
• Regimento Interno.
• Resoluções dos Tribunais.
• Simples utilização de marca texto, traço ou simples remissão a artigos ou a lei.
• Separação de códigos por clipes e/ou por cores, providenciada pelo próprio examinando, sem nenhum tipo de anotação manuscrita ou impressa nos recursos utilizados para fazer a separação.
• Utilização de separadores de códigos fabricados por editoras ou outras instituições ligadas ao mercado gráfico, desde que com impressão que contenha simples remissão a ramos do Direito ou a leis.

MATERIAL/PROCEDIMENTOS PROIBIDOS
• Códigos comentados, anotados, comparados ou com organização de índices temáticos estruturando roteiros de peças processuais.
• Jurisprudências.
• Anotações pessoais ou transcrições.
• Cópias reprográficas (xerox).
• Impressos da Internet.
• Informativos de Tribunais.
• Livros de Doutrina, revistas, apostilas, calendários e anotações.
• Dicionários ou qualquer outro material de consulta.
• Legislação comentada, anotada ou comparada.
• Súmulas, Enunciados e Orientações Jurisprudenciais comentados, anotados ou comparados.

terceira dica é se atentar a alguns detalhes das referências acima, em especial, sobre o ÍNDICE. Sim, é permitido que o código ou VM tenham índices e estes podem ser de todos os tipos, alfabético, remissivo, por data, disciplinar, inclusive temático. Sim, é permitido índice TEMÁTICO. Porém, ele não pode estruturar um roteiro de peça processual, ou seja, indicar passo-a-passo os artigos para montar uma peça.

Por exemplo, o “mapa para exame da OAB” que está encartado ao final do VM OAB E CONCURSOS da Saraiva é permitido, pois ele é um índice que apenas está dividido por disciplina e indica as principais leis respectivamente. É um facilitador? Com certeza, mas em nenhuma hipótese está indicando quais artigos monta determinada peça (imagem abaixo de uma edição mais antiga).

Guia de localização

quarta dica é acreditar que as editoras que desenvolvem VM para prova da OAB estão também atentas ao edital, pois muita gente está envolvida (vide os VM com “carinhas” de professores e juristas) e ninguém irá provocar a ira da OAB e, consequentemente, prejudicar quem estampa as capas de VM.

É por isso que não temos notícias das últimas provas que códigos e VM foram retirados por infringirem alguma regra do edital. Aqueles que foram confiscados aconteceu porque os próprios examinandos não respeitaram as regras acima, pois montaram uma cola proposital ou desconheciam os limites.

As editoras quem mantém publicação específica para OAB são: Saraiva, RT, Rideel, Método, Impetus, Armador e LTr.

E a quinta e última dica é FILTRAR o que os professores indicam. O fato é que foram professores que começaram toda a confusão a respeito da consulta legislativa ao falarem mal de um VM para venderem o seu próprio onde tinha suas faces na capa. O tiro saiu pela culatra, pois a fiscalização foi reforçada e seus VM também foram prejudicados.

Assim, pesquise pela ATUALIZAÇÃO e pelo CUSTO-BENEFÍCIO do que oferecem os VM e os códigos. O fato de estarem mais “completos” é relativo, visto que muitas leis jamais serão cobradas por simplesmente não estarem no edital. A equação ideal seria ter nas mãos o que é preciso e o que realmente será cobrado para evitar perda de tempo em pesquisas e se distrair com fundamentação legislativa não compatível com o espelho de respostas.

O novo CPC: preciso comprar um código novo?

Comentários (5)

codice-di-procedura-civileComo todo mundo já deve estar sabendo, na última terça-feira (dia 16/12) foi aprovado pelo Senado Federal o texto-base do novo Código de Processo Civil. Na quarta, dia seguinte, foi para julgamento dezesseis “destaques”, ou seja, pontos polêmicos que vieram à reboque na última instância. Deles, onze foram aprovados pelos senadores. O texto final, então, está à caminho da sanção presidencial. Estes são os fatos. Mais detalhes, sugiro a leitura da matéria do próprio Senado, clique aqui.

Pois bem. Todo novo código gera uma GIGANTESCA expectativa para quem deseja mudanças, uma GRANDE dúvida para quem está pessimista com as novidades e uma RAZOÁVEL apreensão para aqueles que terão que “reaprender” os artigos ou com a nova sistemática.

Como toda nova lei, os livros precisarão se adaptar, enfrentar uma transição. E é disso que vamos tratar. Esta transição já começou a tirar o sono de muitos, principalmente, para quem irá enfrentar provas no ano que vem. Mas se acalmem, não é bem assim.

Então as primeiras perguntas já começaram a chegar. “Professor, vale a pena comprar o Vade Mecum 2015?”. Claro! Já ouviram falar na “vacatio legis”? Pois bem, do novo CPC será de 1 ano, então, pelo cronograma da OAB de 2015, não teremos em 2015 provas com o novo CPC. O edital é claro: mudanças legislativas só podem ser cobradas antes da publicação e vigor do mesmo.

O texto vai a sanção presidencial e estão apostando que seja ainda 2014. Será que sai antes do Natal? Teremos vetos? Enfim, ainda não posso responder, mas valerá apenas o novo CPC para o final de dezembro de 2015 ou mesmo 2016. Neste caso, recomendo que quando chegarmos à esta época que invistam, então, num código atualizado.

Claro que até lá, muito já se discutiu, se escreveu e leu sobre as mudanças. É para isso que serve este período de vacatio, para assimilação.

Então, meus queridos, não há motivos para entrar em PÂNICO, pois em 2015 ainda reinará o CPC de 1973 para provas e concursos. Mas é bom alertar: não deixe para “última hora” conhecer o que se trata o novo CPC, pois é certo que as primeiras provas sob a nova legislação irão cobrar as distinções, justamente, entre os dois sistemas.

ps. estou ficando velho demais, já estudei com o Código Civil de 1916, Código Comercial de 1850 e agora o “velho” CPC.

Vade Mecum 2015 OAB Saraiva: o + atualizado!

Comentários (84)

Recentemente, divulguei em 1ª mão a capa da 5ª edição do Vade Mecum OAB e Concursos da Editora Saraiva. Desconhecia todos os seus recursos, bem como suas característica, nem mesmo estava à venda! Agora é possível, com ele em mãos, tecer maior comentários sobre esse grande lançamento.

Primeiro lugar, é um lançamento único. Explico. Como se sabe, a Editora Saraiva mantém outras linhas de Vade Mecum, as mais relevantes são o modelo “clássico” e talvez o livro jurídico mais vendido do país, que está na sua 18ª edição, e o “compacto”, ambas edições de 2014. Portanto, o VM OAB da Saraiva 2015 é o primeiro a sair numa edição mais avançada e atualizada.

Segundo, é o único Vade Mecum no mercado que saiu atualizado com data de fechamento de acordo com os Exames de Ordem aplicados em 2014: fevereiro, junho e agora outubro. Portanto, foram três edições atualizadas apenas num único ano!

Nenhum outro Vade Mecum em nenhuma outra editora acompanhou tantas atualizações como o produto da Editora Saraiva. Para uma prova que preza o conhecimento, em especial, do texto legal, é conditio sine qua non que o examinando tenha em mãos o material mais atualizado que o mercado possa apresentar. E tenham certeza, a FGV não tem os olhos vendados a respeito das publicações que se tem à disposição, ao contrário, sabe que poderá cobrar conteúdo que foi atualizado e que o examinando poderá não ter no dia da prova.

Um dos recursos que mais gosto neste Vade Mecum OAB e Concursos da Saraiva é o seu mapa da legislação. É um guia de localização legislativa dividido pela sete disciplinas que compõem a 2ª fase da OAB. Está encartado em papel especial e fica ao fim do livro, facilitando o seu manuseio. Ele representa uma consulta rápida e imediata das principais leis e súmulas a partir do tema do assunto. E podem ficar tranquilos, está de acordo com o edital da OAB e está presente desde a 1ª edição.

O conteúdo online também é um bom “amigo” para o pessoal tanto da 1ª como da 2ª fase. Além de vídeos exclusivos dos participantes da capa do VM, com dicas, principalmente, também há modelos de peças processuais, dicionário jurídico e temário, onde representa um índice mais completo do que se pode imaginar. Dentro do VM há um código de acesso para tal conteúdo.

O Vade Mecum tem “fechamento” na data de 17 de outubro de 2014, sendo que a edição anterior, como dito antes, apenas em junho. Está atualizado até 83ª Emenda Constitucional. Além disso, apresenta:

  • Guarda-índice com número de páginas
  • Miolo em 4 cores, com tarjas divisórias internas que agilizam o manuseio do livro
  • Índice multifuncional – rápida localização de qualquer assunto por ordem alfabética, cronológica, número do diploma ou tema
  • Inúmeras notas de correlação entre as matérias
  • Regulamento Geral da OAB
  • Súmulas do STF, STJ, TST e TSE e dos Juizados Especiais Federais e das Jornadas de Direito Civil, Comercial e do Trabalho do CJF
  • Todas as OJ da SDI e SDC, bem como todos os precedentes normativos em dissídios coletivos

Por fim, outra função bacana trazida são “destaques” nos textos legais das atualizações de 2014 para facilitar na hora da consulta também, p.ex., alterações no texto do Estatuto da Microempresa.

E o preço? Claro, com tudo isso, certamente, no mínimo, ficaria por volta de R$ 160,00, preço de muitos Vade Mecum na concorrência, similares, mas com bem menos recursos. Mas não, está R$ 130,00 (parcelado) ou 1x de R$ 123,50 no site da Livraria Saraiva [clique na imagem abaixo].

VM 2015

2ª fase OAB: teoria e modelos

Comentários (0)

Como todos sabem, aos aprovados após a prova da 1ª fase da OAB é aberta a temporada de caça a livros e cursos preparatórios para 2ª fase. Para muitos, será o momento oportuno para “estocar” livros para um período rigoroso que se seguirá ou começarão sua biblioteca jurídica, pois não tiveram “tempo” para fazer na faculdade.

Pois bem, a esses é direcionado esse post com as melhores indicações de livros para essa derradeira fase do exame de Ordem.

Que tipo de livro vou abrir agora? Geralmente, para 2ª fase temos entre 35 a 45 dias de preparação e não estou falando para aqueles que estão em repescagem. No XVº Exame, o período é maior, mas temos as festas de Natal e Ano Novo até a prova e ninguém é de ferro. Onde quero chegar? Vale a pena comprar livros “pesados” de doutrina?

Há muito de direito material na prova de 2ª fase e não só processo ou prática, por isso é importante ter uma base. E se não tem? Daí a importância de ter uma fonte para consultas e daí a necessidade de uma obra que você confie para lhe responder suas dúvidas. Serve um “manual”? Entendo que sim para o nível de dificuldade da prova da OAB, desde que seja atualizado e antenado com a jurisprudência dos tribunais superiores. Não precisa ser um livro “específico para OAB”, basta atender o conteúdo completo para faculdade, por exemplo. Assim, um “manual” ou “curso” de direito material é necessário.

Livro de direito processual, por certo. O que foi dito antes pode ser repetido aqui. Uma pergunta bastante comum é se pode consultar o mesmo livro de 1ª fase para 2ª fase para ajudar nos estudos. A resposta é sim, mas sugiro que não seja a única fonte de estudos para 2ª fase, porque nesta fase a cobrança é mais profunda em relação ao conteúdo e não por ser matéria diversa.

E é claro, não confunda livro de PROCESSO com livro de MODELOS. Se é importante? Principalmente para quem não irá fazer preparatório. Mas deixo claro, primeiramente, que não existe um “modelo FGV” ou um modelo mais correto, pois há estilos no modo de se fazer uma peça, desde que atenda com o básico, é claro. Assim, no mercado há diversas coleções editoriais de livros para 2ª fase que trazem modelos de peças, geralmente, cada série representa um curso preparatório.

Minha sugestão de hoje vai para coleção Passe na OAB 2ª Fase – Teoria e Modelos, publicada pela Editora Saraiva, cujo cada volume representa uma disciplina da 2ª fase. Saiba mais, clicando aqui. A coleção “aborda, de forma didática, todos os passos de cada peça profissional: identificação, apresentação, características e requisitos, como também a competência, os fundamentos mais comuns, sua estrutura, e, finalmente, o modo mais apropriado. Cada volume traz, ainda, casos já cobrados em provas anteriores e simulados, a fim de fixar o aprendizado.

MarceloHugo_2º Fase

Vade Mecum 2015 OAB Saraiva: em 1ª mão!

Comentários (165)

VM 2015

Pois bem, a editora Saraiva está colocando entre essa semana e na próxima em todas as suas lojas físicas a nova edição do Vade Mecum OAB e Concursos 2015. É a 5ª edição do Vade Mecum temático mais vendido do mercado: mais de 60 mil exemplares desde 2013.

A data de fechamento é 17 de outubro de 2014, portanto, é também o Vade Mecum mais atualizado à venda. Eu não tenho o preço dele, mas se mantiver os valores das edições anteriores, certamente, será o melhor investimento, por menos de R$ 90,00 reais em promoção.

Muita gente me pergunta se ele “ainda” dá problemas no exame, tendo em vista que sua 1ª edição (janeiro/2013) teve que ter grampeadas as últimas páginas a qual referia um sumário, e que segundo a OAB, ele “montaria” as peças. Na época, foi um stress desnecessário e maldoso “plantado” por alguns professores mal intencionados e que tinham suas “carinhas” em outras capas. A editora teve que lançar uma nota oficial, afirmando que estava dentro do edital e que o tal sumário não levava a qualquer peça. Mesmo assim, preferiu retirar o sumário a pedido da OAB.

Desde então, há sempre esse temor, não só com os códigos da Saraiva, mas com todos os outros, inclusive com os das editoras do pessoal “esperto” e que tiveram, ao final, também seus códigos retirados em diversas ocasiões, porque nem mesmo os fiscais mais sabiam diferenciar os tipos de “sumários”, as indicações jurisprudenciais nos artigos, virou um pandemônio coletivo.

Aparentemente, as editoras estão ressabiadas e cumprem literalmente o edital, pois não tenho notícias de retiradas de códigos a não ser por inclusão de cola, ou porque estão muito rabiscados, enfim.

O meu conselho? Invista sempre no MAIS atualizado e com MELHOR custo-benefício.

[ATUALIZADO EM 25-JANEIRO-2017]

A 11ª edição do VADE MECUM SARAIVA OAB E CONCURSOS de 2017 é o mais atualizado. Confira neste link, clicando aqui.


Compartilhe com seus amigos a dica da única plataforma de estudos que personaliza a preparação para Exame da OAB conforme as habilidades de cada aluno. Chegou Saraiva Aprova, a plataforma da Editora Saraiva. Clique na imagem e saiba mais!

Saraiva Aprova FB

 

Indicação de livro para 1ª fase da OAB

Comentários (0)

LivrosNessa reta final de preparação, muita gente acaba perguntando que tipo de material poderia consultar sem perder tempo, que seja exclusivamente direcionado para 1ª fase da OAB, reunindo de uma vez só todas as disciplinas, que possa substituir, perfeitamente, uma revisão adequada.

Não é um movimento novo e reflete a preocupação que cresce com as dificuldades da prova. Não é mais possível enfrentar o exame da OAB com cadernos da faculdade, até porque nem todas as disciplinas estão lá, nem com qualquer material baixado na internet, com o receio de ser desatualizado, pois a banca está atenta às alternâncias legislativas. Na verdade, ninguém quer perder tempo, seja pesquisando material, seja reunindo, seja investindo em livros não especializados, até porque o mercado editorial hoje é farto nessa área.

Dentro desse conceito e para atender a essas expectativas, já com uma edição atualizada em 2014, lançamos o Manual de Dicas OAB FGV pela Editora Saraiva, reunindo todos os quesitos levantados anteriormente, com algumas peculiaridades na sua abordagem, diagramação e arte-final.

10245575_769046496463665_8195723927308657307_n

É um livro que apresenta o conteúdo através de “dicas teóricas”, buscando privilegiar o discurso direto dos autores, todos professores experientes de renomados preparatórios. Sem notas de rodapés, rodeios ou inversões linguísticas, ao contrário, é como fosse o leitor na situação de aluno ao receber o conteúdo.

Outra característica é que a obra foi pensada de trás para frente. Explico. Todos os autores foram instigados a pesquisar o que realmente era cobrado em provas para depois levar as suas dicas para as páginas, e não o que acontece normalmente na exposição regular do conteúdo. Ademais, quando as dicas “resolvessem” mais de uma vez as provas, ou seja, questões que repetissem o mesmo argumento, elas seriam etiquetadas – conforme um exemplo abaixo da disciplina de Constitucional (profª Licínia Rossi) – para chamar a atenção do leitor.

Exemplo-Manual Dicas OAB

É o título que recomendo para carregar junto e consultar a todo momento como fixação de conteúdo, em especial, e não elimina qualquer outro tipo de material mais profundo, como uma série ou coleção, p.ex.

Em valor promocional, ao tempo deste post, na Saraiva de R$ 73,10 por R$ 65,70. E na Amazon.com.br, por R$ 62,42.

Esquematizado, sistematizado, descomplicado e outras simpatias.

Comentários (7)

Em certa feita, num encontro proposital a qual iríamos palestrar em evento para estudantes realizado em Porto Seguro/BA, com o “guru dos concurseiros”, William Douglas, chegamos à mesma conclusão: éramos da espécie em extinção “ratos de livraria”. Isso já faz algum tempo, o suficiente para afirmar que livrarias (jurídicas) físicas não existem mais, muito menos ratos.

Tenho muitos amigos livreiros, por certo, e segundo me consta, a grande maioria ou já repassou o negócio ou fechou as portas. Aconteceu a mesma migração dos cinemas de ruas para os vistosos e caros shopping centers e hoje as livrarias jurídicas se tornaram seções de megastores. O resto, quem sobreviveu, está vendendo pela internet de forma combativa, como guerreiros medievais. Infelizmente, o mercado editorial atinge a toda à cadeia produtiva: livreiros, editores, distribuidores e, por fim, nós autores.

E os leitores? Creio que são os únicos que podem conviver com essa “crise” sem perder o emprego, horas de sono ou ver diluído seus direitos autorais, pois cada vez mais há novas opções de livros, autores e, porque não, editoras jurídicas. Ops! Peraí, o mercado não está em “crise”? Se você é um leitor atento, deixei bem claro linhas atrás: crise está entre aspas, ou seja, de modo a ser interpretado como você quiser ao final do texto. Pois bem, certo da sua angústia quanto ao título que escolhi (faz parte de todo o marketing, chegaremos lá), de acordo com o que venho lendo, estaríamos também sob outra “crise” (vamos manter as aspas), porém, seria de identidade ou qualidade do que está sendo produzido em livros na área jurídica.

Há uma crítica substancial, e não poderia ser diferente quando proferida por Lenio Streck, que foi compartilhada cansativamente pelas redes sociais a partir de sua coluna no CONJUR (não leu ainda? clique aqui), onde trava, resumidamente, uma guerra contra o modo que se faz (e estuda para) uma prova de OAB e concursos, sem deixar de tecer sua típica ironia contra os tais “Direitos resumidos (e resumidinhos), simplinhos, mastigados (e mastigadinhos)” e, consequentemente, com a “imensa indústria em torno do “Direito” que parece estar sucateada, em crise”. Ninguém, em sã consciência, discordou de Streck.

Por isso, não há dúvidas que concordamos com o colunista que o “Direito” vai mal. Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, quando frequentei a faculdade entre 1992 a 1997 na PUCRS, os professores apresentavam uma lista bibliográfica e dela precisávamos acompanhar ao menos dois autores. Nessa mesma época, começaram a proliferar os famosos “manuais”, ou seja, obras resumidas de autores que tinham cursos ou tratados completos com diversos volumes transformados em apenas numa única obra. Foi-se um “Deus nos acuda”. Também, quando surgiram os primeiros livros para concursos públicos, a coleção “Resumos” da editora Malheiros dos Maximilianus Führer e Maxiliano Führer, daí abriram os Portões do Inferno de Dante.

Pegamos carona num DeLorean e voltamos para o século XXI, onde tratados e cursos servem para enfeitar bibliotecas de escritórios grandes de advocacia, e que a bibliografia dos professores na graduação está em pastas no xerox da faculdade. De Educação Física, perguntaria o mais desavisado? Não, de “Ciências Jurídicas e Sociais”. É possível acusar que o único livro que o aluno, certamente, irá comprar, por enquanto, será um vade mecum para usar durante a metade do curso; noutro, compra um mais novo para fazer o TCC e estudar para prova da OAB. Disso, até mesmo a consulta da legislação está condensada, pois antigamente era um código para cada disciplina.

Por outro lado, a crescente corrida às carreiras jurídicas e as dificuldades do exame da OAB, num piscar de olhos nessas últimas duas décadas, proporcionou um grande mercado para apostilas, pois em nenhum momento as editoras tradicionais (exceto a Malheiros) aceitavam assumir esse papel de vender, nem que seja, livros-resumos, apesar da existência dos manuais dos autores mais jovens e promissores. Diante dessa indecisão, novas editoras surgiram prontas para “aceitar” essa fatia de mercado que crescia com a ausência das grandes (Saraiva, Atlas, RT e Forense), como p.ex., Método, Impetus, JusPodivm, Editora Foco e Rideel, e, certamente, novos autores entraram de carona, em especial, professores de cursos preparatórios.

A fórmula infalível, menos secreta que da Coca-Cola, era evidente: reunir professores de preparatórios para trazer sua didática de sala de aula para o texto,  mas também o sucesso e a popularidade que faziam junto aos seus alunos. Os resultados transformaram promessas em best-sellers e estava, oficialmente, aberto o mercado de livros preparatórios para concursos e OAB. Os cantos e encantos  financeiros da sereia capitalista acabaram trazendo as editoras centenárias para o oceano de náufragos de concurseiros e examinandos à procura de uma tábua de salvação, digo, de aprovação. Não é nosso objetivo julgar como são realizadas as provas e exames, até porque não vislumbramos um modelo praticável na visão de Streck (e que também não oferece uma solução), mas elas estão aí selecionando candidatos para o bem ou para o mal e ninguém ficará eternamente se preparando com a leitura de notas de rodapé, citações em alemão, francês e italiano.

Portanto, não há dúvidas que discordamos com o Lenio Streck que a culpa é da tal indústria sucateada quando se refere aos livros (se é que estão sendo) consultados pelos acadêmicos de “Direito” (como prefere, entre aspas). Como foi dito antes, o propósito do mercado editorial preparatório foi atender a uma parcela que precisava otimizar seu tempo, calibrar o seu foco, o suficiente para alcançar o objetivo final: a aprovação. Seja esquematizado, sistematizado, descomplicado, qualquer que seja a simpatia para ser APROVADO, é legítima a oferta. Quanto à procura, veja que a “prateleira” (ou tela do computador ou tablet) de uma livraria é um espaço democrático, onde a escolha do conhecimento é livre, e quem escolhe não é a editora ou o autor, principalmente, com os modernos sistemas de buscas à disposição por títulos, ISBN, ano da publicação, DNA da autoria, nome da sogra do editor, enfim, por múltiplas escolhas.

O que precisamos concordar é que as tradicionais editoras estão muito bem posicionadas no mercado preparatório e esqueceram de lubrificar a máquina produtiva “intelectual” que abre, justamente, o debate para os novos ramos ou temas do Direito, geralmente, presente em dissertações e teses, fechando a possibilidade de reinventar o próprio mercado editorial, até porque já apresenta sinais de saturação o mesmo do mesmo e a fonte de criação para novas obras de concursos e OAB parece esgotada (teoria unificada e resumida + questões comentadas). Se para a graduação está muito difícil de vender livros e a pirataria já venceu essa batalha, que seja estimulado um contexto (ou pretexto) como o que os nostálgicos da boa música reencontraram na retomada acelerada na venda de LP’s de vinis, pois não só de MP3 (ou streaming) se vive assobiando por aí…

ps1. a expressão “ratos de livraria” se deve ao fato de ficar horas e horas pesquisando, tirando os livros do lugar, cheirando-os, examinando lançamentos, comparando editoras, referindo-se a capas e títulos, enfim, um trabalho analítico.

ps2. o texto já vem sendo desafiado desde que li a crítica de Streck, mas a coluna do editor da Saraiva, Henderson Fürst, recém lançada e que recomendo muito a leitura, “Salsichas, livros e Direito“, foi decisivo para terminar esse pequeno artigo.

Qual o Vade Mecum mais atualizado do mercado?

Comentários (7)

É chegada a hora da 2ª fase e o pessoal sai “à loucura” para comprar um vade mecum como fosse a cura de todos os males do mundo jurídico! Nesse momento, coincide com a retomada das aulas para o 2º semestre letivo das faculdades de Direito, outra oportunidade que muitos alunos preferem atualizar seus instrumentos de trabalho e estudos.

Se o médico (e o estudante de medicina) carrega o seu estetoscópio para cima e para baixo, o VM é o nosso companheiro para toda hora. Aliás, é o que significa em português livre, “vem comigo”.

Então, o acadêmico de estudante que se preze, precisa de um equipamento atualizado, de última geração para não passar vergonha, não é? Por isso, muita gente me pergunta diante de tantas opções: qual o vade mecum mais atualizado do mercado?

Já fiz alguns comparativos anteriores, se quiser acompanhar, fiz um recentemente, ainda em 2014, clique abaixo:

Vade Mecum para OAB e Concursos: comparativo

Atualizando as opções para o nicho de mercado de OAB e Concursos, temos as edições das editoras RT, Saraiva e Método. Seguem o que o leitor e aluno estão mais interessados, PREÇO e ATUALIZAÇÃO, dados retirados diretamente dos sites das empresas.

VADE MECUM RT | 6ª ed. | De R$ 155,00 por R$ 131,75 | Atualizado até 27/fev./2014

VADE MECUM SARAIVA | 4ª ed. | De R$ 110,00 por R$ 86,90 | Atualizado até 25/junho/2014

VADE MECUM MÉTODO | 2ª ed. | De R$ 110,00 por R$ 88,00 | Atualizado até 21/março/2014

Veredito. Qual o VM MAIS ATUALIZADO DO MERCADO e ainda, com MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO?

5.193 Questões Comentadas da OAB

Comentários (0)

Em 2013 foi bastante divulgado um estudo publicado em janeiro daquele ano (pela revista científica Psychological Science in the Public Interest) que cientistas avaliaram dez técnicas comuns de aprendizagem para classificar quais de fato tinham a melhor utilidade.

Duas delas obtiveram o MAIS ALTO grau de utilidade na aprendizagem: teste prático (resolver questões) e prática distribuída (estudar durante ao longo do tempo).

Diante dessas duas afirmativas, é possível reuni-las numa única missão: resolver milhares de questões, e para isso, é necessário bastante tempo, inclusive para fixar o conteúdo.

Assim, chega ao mercado a obra MAIS COMPLETA de questões comentadas para OAB:

Passe na OAB – 1ª Fase Fgv – 5.193 Questões Comentadas – 6ª Ed. 2014

Publicada pela Editora Saraiva, a obra contém questões exclusivas formuladas pela FGV Fundação Getulio Vargas, responsável pelo Exame da Ordem, com comentários atualizados e objetivos, trazendo a melhor doutrina e a jurisprudência de tribunais superiores. Este livro foi elaborado por professores experientes na preparação para o Exame de Ordem e coordenado por um dos maiores especialistas em provas da OAB. Fonte de estudo segura, objetiva e eficiente para quem precisa garantir a aprovação.

Destaque desta edição:

  • Revista, atualizada e ampliada.
  • Inclui questões de Filosofia do Direito.
  • Contém todas as disciplinas exigidas na 1ª Fase do Exame de Ordem unificado.
  • 5.193 questões comentadas alterativa por alternativa.
  • Questões classificadas por disciplinas, temas e subtemas.
  • Simulados com questões inéditas formuladas e comentadas pelos autores.

São mais de 1.300 páginas e o valor de capa é R$ 129,00. Promocional pela Livraria Saraiva, ao tempo desse artigo, por R$ 90,30 (Com desconto: 1x de R$ 85,78 no cartão de crédito).

Vade Mecum para OAB e Concursos: comparativo

Comentários (30)

O pessoal gosta muito de perguntar qual vade mecum para OAB e Concursos comprar, sendo que todos são muito parecidos, com fotinhos, coloridos, oferecem singularidades, enfim.

Se por um lado é fácil responder quando se está envolvido em algum dos projetos, como é o meu caso (VM da Saraiva), por outro, também está fácil em afirmar que o VM da Saraiva está melhor do que nunca em relação à concorrência pelos seus próprios méritos e preço como será demonstrado através de números e razões.

Alerto que para comparar escolhi apenas o VM da Saraiva, RT e Método, pois as dúvidas surgem mais em relação a essas marcas (devido às fotinhos e por serem projetos que envolvem os principais cursos preparatórios no país).

As informações foram retiradas dos sites das editoras (lincadas acima) e complementadas de livrarias independentes que têm essas obras e que já trabalhei (Concursar e Marca Fácil). Quanto aos preços, peguei das editoras e, que por óbvio, podem alterar.

É importante salientar também, que a princípio, qualquer um deles pode ser utilizado na 2ª fase do XIIIº Exame Unificado, pois não há identificação aparente de qualquer infração ao edital. Ademais, o comparativo ficou apenas quanto a dados técnicos (números). Outras especificações vocês podem descobrir diretamente com as editoras nos links informados acima.

Algo que chama muito a atenção é a diferença de preços entre os VM e no bolso do examinando faz também muita diferença, visto que a legislação no nosso país muda quando se menos espera e as bancas estão atentas a isso. Por isso, ter dois VM por ano não é nada absurdo, ao contrário, para quem pretende seguir fazendo concursos públicos.

Especulo que essa diferença de valores esteja vinculada ao número da tiragem de cada edição (quanto maior, mais barato fica) e a outros acertos comerciais (direitos autorais, p.ex.). Veja que só no ano passado o VM OAB da Saraiva vendeu mais de 35 mil exemplares, número muito expressivo no segmento.

Já uma comparação difícil de fazer é a quantidade de legislação que reúne cada VM, pois nem sempre o maior número de leis servirá quem consultará, ao invés da qualidade do que se procura. Novidades como enunciados das jornadas do Conselho da Justiça Federal estão cada vez mais presentes em provas e exames, por exemplo.

Quanto ao fechamento da atualização, as obras da Saraiva e RT estão atualizadas no mesmo dia, 27 de fevereiro de 2014. Já a obra da Método, 21 de março. Se há muita diferença? Entre esses dias tivemos três leis publicadas (sendo duas sobre criação de cargos para tribunais) e três MPs publicadas no dia 21/3, segundo o site do Planalto. Mas há considerável atualização da 1ª edição, publicada em novembro de 2013.

Outras considerações poderíamos contar, mas creio que ficam no campo pessoal de cada, como a disposição das leis, os destaques, as remissões, cores, enfim, algo que somente folheando as páginas para se ter a certeza.

Diante dos aspectos objetivos, resumidamente, temos:

 

 

Livros recomendados para 2ª fase OAB

Comentário (1)

Véspera da páscoa, seu ticket para 2ª fase já está carimbado e ainda não encomendou para o coelhinho o seu agradinho? Porque não algo que não lhe trará calorias, mas conteúdo e uma linda e lustrosa carteira vermelha em muito breve?

É uma ótima oportunidade para pedir para o coelhinho um livro ao preço de um ovo de páscoa e que lhe ajudará na preparação para 2ª fase. O que você acha?

Pois bem, a livraria Saraiva está fazendo uma ÓTIMA promoção na coleção Passe na OAB 2ª fase TEORIA & MODELOS em todos os volumes!

De R$ 51,90 por R$ 36,30. Confirma nos links abaixo.

Os diferenciais dessa coleção são grandes! Em primeiro, foram pensados como cursos didáticos, ou seja, cada peça foi explicada passo-a-passo para que fosse compreendida. Em segundo, a padronização, tão importante para que nenhuma das peças fosse deixada de lado nas explicações.

Assim, você encontrará nas obras um roteiro mais ou menos assim para cada peça (que dependerá, obviamente, da peculiaridade da própria peça e da matéria):

  • apresentação
  • características/requisitos
  • como identificar a peça
  • competência/preliminares de mérito/antecipação tutela
  • fundamentos mais comuns
  • estrutura da peça
  • exemplo
  • modelo da peça

Essa é a proposta da coleção.

E é claro, muitas dicas dos nossos autores, todos professores de renomados cursos preparatórios (LFG, Damásio, AEP, IOB, CERS, entre outros), coleção essa publicada pela Editora Saraiva.

Por fim, se você quiser complementar seus estudos, também há a série Passe na OAB 2ª Fase Questões e Peças Comentadas, onde o objetivo, como o próprio nome diz é tratar especificamente das provas anteriores, trazendo comentários e as respostas das questões subjetivas e peças. Também está em PROMOÇÃO, de R$ 47,60 por R$ 33,30, todos os volumes.

Lançamento! Teoria Unificada para Concursos Nível Médio

Comentários (2)

Como se sabe, um dos grandes achados no mercado editorial é a coletânea de disciplinas numa única obra, o que se autodenominou como “teoria unificada”. Há muitas vantagens a considerar, além do preço, é claro, sem a necessidade de se investir numa coleção, por exemplo.

Entre outras vantagens estão a mobilidade (carregar apenas um único livro) e o fácil acesso às disciplinas, pois elas estão todas lá, visto que muitas vezes uma coleção custa a ficar completa já que os lançamentos – na sua maioria – não são simultâneos.

Outra vantagem que enxergo, já que o limite físico de uma única obra é diferente de diversas se fosse uma coleção, é na abordagem: o autor não poderá “perder tempo” ou se distrair com temas não relevantes ou se aprofundar quando não precisava, pois o seu limite de espaço é regulamentado pelo projeto.

Assim, certamente, não haverá perda de tempo para o leitor.

Nesse sentido e na falta de obras similares no mercado para o nicho de concursos NÍVEL MÉDIO, e que por incrível que pareça é a MAIORIA, montamos eu e a profª Licínia Rossi junto com a Editora Saraiva esse tesouro para o concurseiro:

Passe em Concursos Públicos NÍVEL MÉDIO – Principais Disciplinas

Nela vamos encontrar o que REALMENTE está na sua quase totalidade de concursos de nível médio, seja com disciplinas jurídicas, seja não jurídicas (português, informática, matemática e raciocínio lógico).

São 900 páginas de conteúdo com teoria, questões das principais bancas comentadas, tópicos “para gabaritar” para auxiliar na memorização dos temas mais exigidos em provas, indicação e reprodução do texto legal para facilitar quando necessário.

Há também diversos esquemas, quadros sistemáticos, indicações de tabelas de prazos, enfim, um prato cheio para os concurseiros com fome de aprovação! Ideal para concursos para todos concursos de técnicos de tribunais (TRT, TRF, TJ’s, TRE), carreiras policiais, assistentes, auxiliares administrativos, enfim, uma gama enorme de possibilidades.

O grupo de autores que reunimos também condiz com a qualidade do projeto, todos professores de RENOME nacional dos mais diversos cursos preparatórios consagrados, trazendo suas experiências de sala de aula para dentro da obra.

Enfim, é uma obra praticamente INÉDITA e que ajudará a levar o concurseiro ao cargo que almeja na administração pública. O lançamento é de 2014 e o preço de capa sugerido é R$ 129,00 (muito mais em conta que um curso preparatório!).

 

 

 

 

Vade Mecum OAB e Concursos 2014

Comentários (27)

A 3ª edição do Vade Mecum OAB e Concursos de 2014 da Editora Saraiva já foi anunciada por nós, em primeira mão nas redes sociais, está pronta para sair e traz diversas novidades!

Essa nova edição traz o SUCESSO (maiúsculo) das primeiras edições e que venderam juntas mais de 35 mil exemplares em 2013. Entre as principais mudanças está na seleção de professores que compartilham a capa: seis novos nomes abrilhantam o VM OAB e Concursos! Renato Saraiva, Elisson Pereira da Costa, Emerson Malheiro, Marcelo Moura, Simone Figueiredo e Paula Micheletto Cometti.

É o VM de OAB e Concursos MAIS DEMOCRÁTICO do mercado: professores que representam os cursos LFG, Damásio, CERS, OAB Nacional (Saraiva), entre outros.

Outra novidade é que a atualização não acompanha o conteúdo dos Vades tradicionais e compactos, antes lançados simultaneamente; agora o VM OAB e Concursos tem a última atualização no dia do edital do XIIIº Exame Unificado, ou seja, 27 de fevereiro (os demais estão atualizados até 5/12/2013).

O novo VM apresenta diversas exclusividades que podem ser acessadas de forma online, como vídeos, peças processuais, índice temático etc. e tal. E o conteúdo traz os regimentos internos do STF e STJ, mapa legislativo para OAB e toda a tradição que a Editora Saraiva conquistou em suas obras legislativas.

E tudo isso NÃO aumentou o preço, ao contrário, é o VM de OAB e Concursos mais BARATO do mercado, apenas R$ 110,00 (comparado com os lançamentos das outras editoras: R$ 159,00, R$ 149,00 e R$ 155,00.

Por fim, está com preço PROMOCIONAL de pré-venda pelo site da Saraiva:

“KIT APROVAÇÃO” para o exame da OAB

Comentários (3)

O pessoal que já começou a pensar no XIIIº Exame da OAB, cuja prova será 13 de abril, em especial, aqueles que não irão investir num curso preparatório, montamos um KIT APROVAÇÃO e que é fácil encontrar em qualquer livraria.

São apenas 4 títulos e que se complementam.

1- Uma obra que traz dicas motivacionais e atalhos para aprovação, apontando o que mais cai em cada disciplina, métodos de preparação, enfim, o ponto de partida para os estudos. Guia Passe Na Oab – Os Segredos da Aprovação Na 1ª e 2ª Fase do Exame de Ordem. 205 páginas. R$ 44,50.

2- A reunião das disciplinas do exame numa única obra, apresentando de um jeito inédito a matéria em que a didática tem o objetivo de fixar o conteúdo. A doutrina é destacada conforme a incidência de questões em prova. Passe Na Oab – 1ª Fase – Manual de Dicas. 392 páginas. R$ 73,10.

3- Uma obra atualizada, com um universo de questões comentadas para preparação através de exercícios, indispensável. Passe na OAB – 1ª Fase Fgv – 5.036 Questões Comentadas. 1770 páginas. R$ 129,00

4- E, por fim, um vade mecum especializado para exames. Vade Mecum Saraiva – OAB e Concursos. 2096 páginas. R$ 112,00

Agenda OAB

XXIII Exame de Ordem Unificado

  • 23.07.2017

    Prova objetiva 1ª fase

  • 07.08.2017

    Resultado preliminar

  • 08.08.2017
    a
    11.08.2017

    Prazo recursal 1ª fase

  • 22.08.2017

    Gabarito definitivo

  • 17.09.2017

    Prova dissertativa 2ª fase

  • 10.10.2017

    Resultado preliminar

  • 11.10.2017
    a
    14.10.2017

    Prazo recursal 2ª fase

  • 24.10.2017

    Resultado definitivo