Como está a cabeça do oabeiro e da oabeira?

Compartilhe:

Dias atrás fiquei curioso com uma postagem de um perfil no Instagram (nosso perfil é @profmarcelohugo) que seguimos e que era mais ou menos assim (para não identificar):

Decidi não fazer a prova do XXVIII para não me pressionar a um resultado que não vou alcançar, pois ainda tenho que entregar o meu TCC. Já basta a pressão da família e dos amigos.

A prova da OAB já está batendo na porta, aliás, escancarando, pois estamos há poucas semanas do XXVIII Exame de Ordem. É um período muito fácil de SURTAR e vejo o desabafo acima como um exemplo deste momento. E veja, não é apenas porque a pessoa está no último período da faculdade, pois quem já tem garantido o seu canudo sabe que a PRESSÃO SE MULTIPLICA, pois todos estão esperando que a aprovação aconteça, já que “não tem mais nada para fazer a não ser, ser aprovado na OAB”.

Esta foi a premissa que expliquei à pessoa acima, que a PRESSÃO FICA PIOR depois e no último ano da faculdade há tantas outras PRIORIDADES que a prova da OAB é a menor da lista. E tirar isso DE CIMA DOS OMBROS tem levado MILHARES de pessoas à aprovação logo de 1ª tentativa, justo quando se está na faculdade. Os números da FGV comprovam isso:

Então, a PRESSÃO cresce quando as reprovações crescem, diminuindo o % de aprovação a cada nova tentativa. Assim, quem está sendo aprovado de primeira? É quem usa o seu direito de fazer a prova já no 9º semestre. No último ano, há milhares de tarefas e todo mundo quer pegar o canudo e se formar com a sua turma. Por isso, a prova da OAB está longe de estar no TOPO DAS PRIORIDADES.

A cabeça do oabeiro ou oabeira precisa entender, além disso, que TODA PROVA É UMA OPORTUNIDADE, pois ou SE VENCE, ou SE APRENDE. Sei que nas últimas semanas a situação piora com MAIOR ANSIEDADE e tudo mais, mas é importante saber que a prova vai acontecer, você estando ansioso ou não. A ansiedade ajuda? Até ajuda, pois é uma emoção neutra. Ajuda para deixar alerta, focado, mas se fica muito alta, atrapalha e pode até se tornar uma patologia.

Aceitar que é ANSIOSO já é um primeiro passo. Brigar contra isso, piora. As pressões existem, inclusive a familiar. Mas entenda seus pais: eles querem o teu bem, não preste atenção do jeito que eles se manifestam a respeito, o que importa é que eles desejam o TEU SUCESSO. Se a sua prima mais nova já foi aprovada, que ÓTIMO, mas tudo ao seu tempo. Cada um tem a sua própria régua para medir a sua própria história, então não permita que outros lhe atrapalhem. BLINDE SUA MENTE. Você tem que acreditar na sua preparação até aqui e a sua concorrência dorme e acorda com você todos os dias.

O Exame da OAB não é meta de vida de ninguém. Não vai estar no seu currículo nem mesmo na sua lápide: “ESTA PESSOA PASSOU NA PROVA DA OAB”. Há milhares de outras realizações que serão mais importantes, inclusive, a própria graduação é mais importante. Sinta-se privilegiado com esta oportunidade e BONS ESTUDOS!

PS. Fica a dica de um livro que trabalha muito bem o PSICOLÓGICO e o EMOCIONAL para preparação da OAB. Clique na capa abaixo e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *