Como foi a 2ª fase do XXV Exame da OAB

Compartilhe:

Como de costume, sempre no dia posterior à aplicação da prova da 2ª fase faço comentários sobre ela e tudo mais o que aconteceu nestas últimas dez ou doze horas. Com este tempo, é melhor ter uma ideia panorâmica e com a percepção dos nossos alunos e leitores. Sendo assim, começaremos com o fato que chamou a atenção de todos: a prova de Porto Alegre.

Prédio da PUCRS, em Porto Alegre, é evacuado durante prova da OAB

 Medida teria sido tomada por conta de uma suposta rachadura no sétimo andar

Essa foi a manchete do site do jornal gaúcho ZERO HORA [clique aqui]. Li e ouvi relatos de alunos que estavam por lá e o pânico realmente tomou conta em quase dos 1000 examinandos que iriam realizar a prova. A prova foi suspensa e será aplicada em breve. Hoje, pela manhã, os bombeiros já constataram que apenas o piso foi o problema [fonte, ZH, clique aqui].

– O que ocorreu foi apenas um descolamento de peças de cerâmica. Já aconteceu no ano passado. Não é um problema de hoje, é um problema da construção. Inclusive se vê que há peças de cores diferentes, que já foram trocadas – afirmou o tenente Edson Domingues Mendes, oficial do dia dos Bombeiros, que passou boa parte da tarde no prédio 40, acompanhando peritos da Polícia Civil.

Não é a 1ª vez que incidentes assim acontecem no exame da OAB. Tanto na 1ª fase como na 2ª fase, o pessoal teve suas provas transferidas. E aqui um dado interessante: quem fez depois teve índice de aprovação superior. É difícil de dizer se a prova estava ou não mais fácil, o fato é que o ganho de tempo para os examinandos pode ter contribuído para um resultado melhor. Então, se você irá fazer a prova de Porto Alegre, analise a prova que foi aplicada no restante do país. Estude por ela também e aproveite este tempo para melhorar sua preparação.

Quanto à prova em si, observando todos os comentários de alunos e leitores, bem como de colegas professores, esta 2ª fase, em geral, não foi “cabreira”, ou seja, rigorosa. Foi DIFÍCIL como todas as outras, mas NÃO IMPOSSÍVEL. Por hora, não recebi qualquer contato do tipo… “professor, será que irão aceitar mais de uma peça?”. Ou seja, não vi temor de erro de peça.

O que mais colhi foi, em geral, entre as sete disciplinas optativas foi “as questões estavam complicadas”. Sempre alguém irá errar a peça, não há dúvida sobre isso, mas a cada dia os examinandos estão mais seguros nas suas escolhas. Investem MUITO tempo na prática das peças. O problema está nisso: TEMPO ALÉM do que deveriam, deixando as questões em 2º plano.

O que acontece? As questões estão DERRUBANDO os examinandos. E isso não é de hoje. Já venho chamando a atenção há bastante tempo que a preparação para 2ª fase deve ser EQUILIBRADA. Pode sim dar mais atenção à peça, mas cada vez menos as questões acabam tendo alguma relevância. Veja que a nossa coleção COMPLETAÇO – PASSE NA OAB 2ª FASE publicada pela Saraiva traz o que? PEÇAS + QUESTÕES COMENTADAS. Além da teoria e modelos, investimos em comentar TODAS as questões já cobradas para reforçar este trabalho de preparação.

Portanto, enxergo as QUESTÕES um grande risco na aprovação. Lembro que é muito difícil gabaritar a peça, pois sempre tem um errinho ali outro acolá, além da interpretação da banca que peca pelo exagero na fiscalização. Onde irá tirar o resto da pontuação? Nas questões! Das 4, geralmente, uma é fácil, uma é média e duas difíceis. Isso é o mínimo, sendo assim, pode ser que duas sejam médias e duas difíceis, ou uma média e três difíceis, e assim, sucessivamente.

Quanto às peças que caíram, não vi NENHUMA surpresa. O pessoal de CIVIL reclamou que o recurso especial foi um exagero, mas se observar bem, os recursos têm caído bastante nesta disciplina. Então, uma preparação certa precisa ter este recurso em vista.

Sintetizando, as peças cobradas foram:

  • ADM = Ação anulatória
  • CONST = Ação popular
  • CIVIL = Resp
  • EMPRESARIAL = Incidente de desconsideração da personalidade jurídica
  • PENAL = Resposta à acusação
  • TRAB = Contestação com reconvenção
  • TRIB = Apelação

O pessoal de TRABALHO andou reclamando da complexidade da contestação, mas não é para tanto, pois era clara a intenção da banca ver a reconvenção cumulada. Se você não fez nenhuma das peças acima, do que já vi as provas, não enxergo outra possibilidade, talvez (e bem talvez) ADM pudesse aceitar MS, mas como ainda é cedo, é necessário que mais gente defenda esta ideia para alertar a FGV sobre este cochilo.

 

Comentários

  1. Em Direito Constitucional no espelho de correção da peça, consta o art. 37 caput e o 37, paragrafo 1, porem não encontrei nexo com o enunciado da questão, pois no art 37 diz que para caraterizar promoção pessoal deve conter o nome, simbolo ou imagem, logo não encontrei nexo com o enunciado que dizia apenas que no outdoor, estavam elencadas todas as açoes e investimentos da prefeitura relacionados a area da saude durante a gestão do atual prefeito.

    Aguem teve o mesmo ponto de vista?

    1. Carolina, pede-se que não se faça isso, pois não tem qualquer efeito prático para fins de prova, ao contrário, pode gerar identificação dependendo de quem irá corrigir. Vamos ter que aguardar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCA RÁPIDA

Visitantes

2.745.316 desejam passar na OAB e em Concursos

Redes Sociais

Agenda OAB

XXV Exame de Ordem Unificado

  • 23.01.2018

    Publicação do edital

  • 23.01.2018
    a
    02.02.2018

    Período de inscrições

  • 23.01.2018
    a
    02.02.2018

    Período de solicitação de isenção da taxa de inscrição

  • 05.03.2018

    Resultado definitivo da análise de solicitações de isenção da taxa

  • 08.03.2018

    Prazo limite para pagamento da taxa de inscrição

  • 02.04.2018

    Divulgação dos locais de realização da prova objetiva

  • 08.04.2018

    Realização da 1 ª fase (prova objetiva)

  • 08.04.2018

    Divulgação do gabarito preliminar da prova objetiva

  • 23.04.2018

    Resultado preliminar da 1ª fase

  • 24.04.2018
    a
    27.04.2018

    Prazo recursal contra o resultado preliminar da 1ª fase

  • 08.05.2018

    Divulgação do gabarito definitivo da 1ª fase

  • 08.05.2018

    Divulgação do resultado final da 1ª fase (prova objetiva)

  • 21.05.2018

    Divulgação dos locais de realização da prova prático-profissional

  • 27.05.2018

    Realização da 2ª fase (prova prático-profissional)

  • 27.05.2018

    Divulgação do padrão de resposta preliminar da prova práticoprofissional

  • 19.06.2018

    Divulgação do padrão de respostas definitivo e do resultado preliminar...

  • 20.06.2018
    a
    23.06.2018

    Prazo recursal acerca do resultado preliminar da 2ª fase

  • 03.07.2018

    Decisão dos recursos acerca do resultado preliminar e divulgação do...