Qual a peça que vai cair na 2ª fase da OAB?

Compartilhe:

duvida-2É tão certo como apontar que há marcianos em Marte, é o 1º dia de aula em preparatório para 2ª fase da OAB – se bem que aulas presenciais cada dia estão mais escassas pelo no mínimo uns dez motivos (que não vem o caso agora). Mas enfim, é uma das perguntas que mais “bombam” em emails de professores da 2ª fase e em nosso blog também:

– “Professor, qual peça você acha que irá cair?”

Inicialmente, eu até fazia um grande esforço baseado na avaliação criteriosa do que a banca vinha cobrando, do que já cobrou e do que falta cobrar. Há outros fatores também que posso denominar de “sazonais”, como se tivemos ou não uma alta aprovação no exame anterior ou mesmo na 1ª fase do respectivo certame. Resumindo, uma tarefa ingrata para cientistas mas potencialmente aproveitada pelos senhores da adivinhação.

Sei que antigamente, justo porque as aulas presenciais predominavam, o professor que acertasse a peça se consagrava, pois acredito que o telefone “sem fio” era muito mais potente do que se tem com as redes sociais, já que se dissipam com tanto blá-blá-blá. Hoje, a internet criou muitos palpiteiros de plantão (como eu) e este “negócio” de acertar a peça não é mais como acertar a MEGA SENA acumulada como outrora já foi, longe disso. Sinceramente, acertar a peça ou tentar fazer isso não é vantagem alguma, muito pelo contrário, e vou explicar do porquê deixei de fazer isso.

Todo aluno de 2ª fase é MUITO, MAS MUITO mas ansioso do que da 1ª fase, a começar pela pergunta acima. Esta ANSIEDADE gera consequências negativas, dentre elas, a preocupação de acertar a peça. Este é o maior MEDO do examinando: errar a peça. Creio que o MAIOR medo deveria ser não identificar a prova, mas não é. E o SEGUNDO maior deveria acabar dentro do horário a prova.

Enfim, digo que é RUIM ficar estimulando a imaginação do aluno em pré-determinar qual peça irá cair, pois se eu disser X e/ou Y, tão certo como há brasileiros em Miami o examinando irá FOCAR nesta ou nestas peças possíveis. Sei que a prudência irá levar que aborde outras, mas – no mínimo – inconscientemente – ficará “fissurado” em ter estas 100% decoradas na cabeça.

Por isso, é um big mistake ficar apostando que determinada peça será cobrada à mercê de uma longa lista de opções que OAB/FGV poderão cobrar. Julgo como um equívoco grave do professor, profissional do mercado, gerar esta (falsa) confiança no seu aluno, criando uma expectativa que os estudos estarão bem encaminhados em um número reduzido de opções jurídicas.

É verdade que determinadas disciplinas têm o “prazer” de se repetirem, penal, p.ex., então até perde um pouco o sentido de adivinhar, pois qualquer “mortal” poderia acertar, ao contrário de outras, como empresarial que insiste em trazer uma novidade em cada prova. Creio que são disciplinas antagônicas neste sentido.

Assim, para concluir, prefiro não responder com “a” peça que poderá cair, mas que a preparação para 2ª fase deve ser sistemática e ampla, observando:

1- o que já caiu,

2- com melhor atenção, o que já caiu mais de uma vez, e

3- prestar atenção naquelas que nunca caíram, pois a banca pode estar de olho em inovar.

É uma prova que tem um CONTEÚDO PROGRAMÁTICO, portanto, aproveitem em conhecer bem o que está previsto no edital, já que na 1ª fase todos “atiram para qualquer lado”, porque ausente tal benefício. E bons estudos!

Comentários

  1. Quando eu realizei o XV Exame, apostei nas seguintes peças, nesta ordem: RESE, APELAÇÃO, MEMORAIS, REVISÃO CRIMINAL e, por fim, QUEIXA-CRIME. Caiu esta última. Fui aprovado. Mas detalhe, estudei QUASE todas as peças. Não arrisquem, preparem-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCA RÁPIDA

Visitantes

2.745.310 desejam passar na OAB e em Concursos

Redes Sociais

Agenda OAB

XXV Exame de Ordem Unificado

  • 23.01.2018

    Publicação do edital

  • 23.01.2018
    a
    02.02.2018

    Período de inscrições

  • 23.01.2018
    a
    02.02.2018

    Período de solicitação de isenção da taxa de inscrição

  • 05.03.2018

    Resultado definitivo da análise de solicitações de isenção da taxa

  • 08.03.2018

    Prazo limite para pagamento da taxa de inscrição

  • 02.04.2018

    Divulgação dos locais de realização da prova objetiva

  • 08.04.2018

    Realização da 1 ª fase (prova objetiva)

  • 08.04.2018

    Divulgação do gabarito preliminar da prova objetiva

  • 23.04.2018

    Resultado preliminar da 1ª fase

  • 24.04.2018
    a
    27.04.2018

    Prazo recursal contra o resultado preliminar da 1ª fase

  • 08.05.2018

    Divulgação do gabarito definitivo da 1ª fase

  • 08.05.2018

    Divulgação do resultado final da 1ª fase (prova objetiva)

  • 21.05.2018

    Divulgação dos locais de realização da prova prático-profissional

  • 27.05.2018

    Realização da 2ª fase (prova prático-profissional)

  • 27.05.2018

    Divulgação do padrão de resposta preliminar da prova práticoprofissional

  • 19.06.2018

    Divulgação do padrão de respostas definitivo e do resultado preliminar...

  • 20.06.2018
    a
    23.06.2018

    Prazo recursal acerca do resultado preliminar da 2ª fase

  • 03.07.2018

    Decisão dos recursos acerca do resultado preliminar e divulgação do...