Recorrer sempre, render-se jamais! Parte II

Comentários (8)

ograndedragaobranco_vandamme_02

Com a lista preliminar dos aprovados da 2ª fase do XXIIº Exame da OAB e creio que ela foi SENSACIONAL conforme o feedback que tivemos, vamos atender agora aqueles que não tiveram o seu nome divulgado, portanto, faltou êxito. A pergunta que surge: vale a pena recorrer?

Com certeza! Conheço muita gente que VIROU O PLACAR depois de sofrer uma goleada de emoções e aparentes erros (e injustiças) cometidas pela banca. Ganhar dois pontos é plenamente possível. Assim, fique atento aos prazos recursais. Defenda seu ponto de vista com argumentos sólidos. Não brigue no recurso com a banca, seja cortês.

Se não corrigiram direito ou não viram sua argumentação, deixe isso bem claro no recurso cotejando o gabarito com o que você deixou escrito. Se eles não entenderam o que você escreveu com outras palavras que não aquelas do gabarito, demonstre isso de forma sensata, objetiva, sem precisar reescrever sua resposta, caso contrário vão achar que está tentando fazer a prova novamente.

É importante destacar isso, porque erros materiais na correção são passíveis de um novo recurso para OUVIDORIA caso a banca de revisão insista no erro. Mas disso iremos tratar em outro artigo.

Gostaria também de ALERTAR: cuidado com os “serviços” que oferecem por aí, criando expectativas falsas de sucesso. Errou a peça? Não tem o que fazer! A banca NÃO ACEITA, em sede de recurso, outra peça além do que está no gabarito. Identificou a prova? Cuidado! Raríssimas exceções podem oferecer uma luz no final do túnel, p.ex., erro na própria percepção do julgador, porque o que está escrito na prova não tem o que voltar ou argumentar. Errou a questão? Do mesmo modo, vale o que está no padrão de respostas definitivo e não no que será argumentado em recurso.

De qualquer modo, agora não é hora de desistir, nem do RECURSO, nem da OAB. O calor da emoção é capaz de arrependimentos posteriores. Tenha sangue frio para enfrentar esta fase do exame. Muita gente passa com recursos, não a quantidade que gostaríamos de ver, mas passa.

Estamos com vocês!

ps. “Parte II”? Sim, porque já usei este título em outro Exame.

Comentários

  1. Fui reprovado por ter identificado a peça. Fiz direito civil, acertei a peça e as fundamentações que eram pertinentes ao caso (todas que pediram), mas, nota zero.
    Vale a pena o recurso?
    Foi minha primeira vez no exame, e talvez pela inexperiência coloquei no lugar do local e data “São Paulo, 28 de maio de 2017″, não utilizei o XXX, justamente por medo de errar, e foi ai que errei.
    Outro ponto que posso ter errado, foi quando da indicação dos advogados da Agravante e do Agravado, coloquei Advogado A e Advogado B, invés de Advogado XXX.
    E agora? recorrer ou aceitar e partir para próxima.
    Obrigado

  2. Mayára Silva
    21.06.2017 - 23:07

    Olá, professor! Tenhamos esperança, mas, como nessa hora temos de ter sangue frio e pensar em diversas hipóteses, será que posso trocar a disciplina, caso a única alternativa seja a repescagem?

  3. Fernando Enrico Kunze Duarte
    22.06.2017 - 11:19

    Professores, tive a prova identificada por ter, ao final da peça, escrito “São Paulo/SP, 28 de maio de 2017″.

    Vale a pena recorrer?

  4. Professor, boa tarde.
    Passei com 6,65, mas corrigindo verifiquei que o correto seria 9,4. Apresentei o recurso porque estavam claras as respostas e idênticas ao padrão divulgado mas estou temeroso porque um colega levantou a hipótese da banca me reprovar por bronca. Isso é possível?

    • Jaqueline, sempre recomendo quem foi aprovado não entre com recurso, pois a banca pode reconsiderar a pontuação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado / Campos requeridos estão marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Agenda OAB

XXIII Exame de Ordem Unificado

  • 23.07.2017

    Prova objetiva 1ª fase

  • 07.08.2017

    Resultado preliminar

  • 08.08.2017
    a
    11.08.2017

    Prazo recursal 1ª fase

  • 22.08.2017

    Gabarito definitivo

  • 17.09.2017

    Prova dissertativa 2ª fase

  • 10.10.2017

    Resultado preliminar

  • 11.10.2017
    a
    14.10.2017

    Prazo recursal 2ª fase

  • 24.10.2017

    Resultado definitivo