Saia na frente!

Compartilhe:
Este é o título da reportagem realizada pelo caderno de concursos públicos do jornal gaúcho Zero Hora publicada dia 3 de maio. E destaca a matéria: “Para aumentar as chances de aprovação em concursos públicos, candidatos podem começar os estudos mesmo antes do lançamento do edital”.

Como concurseiro profissional que já fui, nunca esperei publicar um edital para depois começar a estudar para determinado concurso. E por muitas razões. Primeiro, que o conteúdo programático não se consegue vencer a tempo da data da prova e que, geralmente, é no máximo 45 dias depois. Segundo, enquanto você entra em “parafuso” (mental) para se preparar com pouco tempo de antecedência, teus concorrentes reais – e os aprovados em potencial – já estavam se preparando antes da publicação do edital.

Todo concurso público passa por uma preparação organizacional do candidato que pretende passar, porque muitos sabem que serão meros coadjuvantes. E os estudos começam quando o candidato traça um plano estratégico para vencer.

Por exemplo. Concurso autorizado para AGENTE DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL. Todos os meios de comunicação já anunciaram que foram liberadas 750 vagas para o nível superior e que o edital deverá ser publicado em agosto. Bem, primeiro passo: procurar outros editais do mesmo concurso já realizados. Esta identificação de conteúdo, e por consequencia, de banca (no caso, CESPE) apontará para o rumo dos meus estudos.

Há um concurso em andamento no MS. Verifico a prova. Vou atrás de outras mais antigas. Procuro alguma apostila que traga outras provas, melhor, se comentadas. Com todas estas informações, já posso ir atrás de um cursinho para complementar meus estudos, sem deixar de estudar em casa.

A grande maioria dos meus concorrentes não seguirá isso. Talvez não chegue a 10%. O restante começará a estudar mais próximo do edital ou quando o mesmo for publicado. Quais as chances de eles serem aprovados? Raras.

E para quem é concurseiro de profissão e não de plantão, saberá que direito constitucional e direito administrativo estão presentes em praticamente todos os concursos nível superior. E dependendo do foco do candidato, outras disciplinas serão constantes nos certames públicos.

Preparação é TUDO. Seja emocional, seja didática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *